Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • clarão—970×90
  • globalway (1)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)

Primeiras famílias da Assomuca já estão morando no Loteamento das Flores


Por Redação Clic Camaquã Publicado 13/01/2014
Ouvir: 00:00

Mãe de doze filhos – entre os gerados por ela e os que pegou para criar -, Joaquina Moura Vicente foi a primeira de um grupo de dez moradores da Vila Assomuca a receber as chaves da sua nova moradia, no Loteamento das Flores. “É um sonho de muito tempo, de pelo menos 11 anos, meu filho”, resumiu a mulher de 52 anos que tira o seu sustento e o de quatro filhos pequenos que moram com ela com a venda de alumínio e outros recicláveis. Natural de Encruzilhada do Sul, mora em Camaquã há 30. Boa parte deste tempo morando na Assomuca. “Sempre quis morar num lugar melhor, com mais recursos, onde eu pudesse  criar melhor essas crianças”, comentou a mulher que virou uma espécie de moradora símbolo entre aqueles que nesta sexta-feira (10) começaram suas mudanças. Foi a casa de Joaquina que pegou fogo na noite anterior ao protesto dos moradores, na quinta-feira (3). Na manifestação, eles pediram a transferência urgente para o Condomínio das Flores.

A operação que fez as primeiras realocações das famílias envolveu três dezenas de servidores municipais, três caminhões, uma retro escavadeira e veículos. Os secretários Josiane Longaray (Ação Social) e José Adolfo Castro (Infraestrutura) coordenaram suas equipes, divididas entre a logística da tarefa e a organização do encaminhamento das famílias às novas casas. Enquanto parte dos funcionários ficou na Assomuca, auxiliando na mudança e orientando os moradores, outro os recebia no loteamento. Funcionários daCEEE e Corsan ficaram toda a sexta-feira no local fazendo as instalações de luz e de água, respectivamente nas residências.

“Não é bem aquilo que planejávamos fazer: queríamos fazer a entrega das primeiras 71 casas, com tudo prontinho aos moradores, mas a necessidade deles abreviou tudo isso. Mas entendemos a situação e estamos fazendo a nossa parte”, disse o prefeito em exercício Paulo Mecca, que também acompanhou o trabalho de retirada e de colocação das famílias no novo local, que começou às 8h desta manhã.

O Loteamento das Flores é um conjunto de 101 casas, localizado na continuação da Rua Boaventura Soares, na divisa com o Bairro Ouro Verde, zona leste da cidade. A construção do condomínio, financiado pela Caixa Econômica Federal, respeitou a necessidade de desocupação da Vila Assomuca, que está sobre uma área de Preservação Permanente (APP). A obra começou após a assinatura de um Termo de Ajustamento entre Município e Ministério Público. As casas de alvenaria são de dois e um dormitórios, com sala e cozinha conjugadas e pátio: 86 casas são com dois quartos medindo 31,4 m2; 10 casas de um dormitório com 23,9 m2 e mais 5 casas de 33,2m2 destinadas a pessoas portadoras de necessidades especiais. Cada morador que chegava já tinha em mãos o Termo de Concessão de Direito de Uso, concedido pelo município.  

Mais dez na segunda-feira

Na segunda–feira ocorre a transferência de mais dez famílias. Os critérios para as mudanças, definidos entre Ação Social e moradores, leva em conta, entre outros fatores, o tempo de moradia na Assomuca, a localização das casas e o número de integrantes por residência.

 


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)