Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • cq-01
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664

João Carlos Machado se manifesta sobre protesto de moradores em frente a Prefeitura

Chefe do Executivo se disse magoado com palavras ditas pelos moradores durante a manifestação


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 01/04/2015
 Tempo de leitura estimado: 00:00

O Prefeito de Camaquã, João Carlos Machado, se pronunciou na manhã desta quarta-feira (01), sobre a manifestação ocorrida em frente à sede do Executivo. Durante entrevista a Rádio Camaquense AM 1060, Machado disse que a questão das moradias está sendo pensada com bastante cautela, para evitar transtornos judiciais.

João Carlos Machado afirmou que estão em andamento, projetos para a construção de moradias para praticamente todas as famílias que hoje moram em áreas de risco. Segundo ele, estes projetos habitacionais enfrentam as questões burocráticas e não possuem prazo para conclusão.

A Prefeitura já possui uma área, destinada à construção de moradias para aproximadamente 800 famílias, porém aguarda liberação ambiental. Segundo Machado, o Governo Federal suspendeu financiamentos habitacionais e o município aguarda liberação destas verbas.

O chefe do Executivo Municipal afirmou que durante as reuniões desta semana, representantes mostraram interesse em permanecer no terreno até o momento em que a prefeitura disponibilize moradias para aquelas famílias. Os procuradores do município expuseram nesta terça-feira (31), que não seria permitido que eles ficassem naquele local, devido às questões legais.

Sobre o prazo de desocupação da área, que se aproxima do fim, João Carlos Machado afirmou que a situação está relacionada a questões jurídicas, que não dependem necessariamente da vontade da Prefeitura. Ele disse que permanece em constante diálogo com os moradores tentando chegar a um consenso sobre o assunto, mas não pode ultrapassar os limites legais.

Um cadastramento das famílias que estão ocupando a área será feito por representantes da Prefeitura para que se saiba sobre as necessidades daquelas famílias.


  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)