Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19

Lula autoriza pagamento de R$ 20,5 bi em emendas até 30 de junho

Decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União


Por Pablo Bierhals Publicado 23/02/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
imagem 1280×720 – 2024-02-23T150712.609
Foto: Divulgação/Poder360


o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou um decreto estabelecendo o cronograma mensal de pagamento do Executivo para o ano de 2024 nesta quinta-feira (22). O documento detalha a programação de desembolso para cada ministério, incluindo as despesas referentes às emendas parlamentares indicadas pelos congressistas.

Segundo o decreto, publicado em edição extra do Diário Oficial da União, os ministérios estão autorizados a realizar pagamentos de até R$ 20,5 bilhões em emendas parlamentares até o final de junho. Este prazo é crucial, pois marca o limite para as transferências voluntárias antes da vedação imposta pela Lei Eleitoral, devido às eleições municipais programadas para 6 de outubro, com a possibilidade de um segundo turno em 27 de outubro.

Após o período eleitoral, o governo retomará o rito de execução das emendas e outras despesas discricionárias. A quantia programada até o final de 2024 inclui R$ 25,1 bilhões para emendas individuais, R$ 11 bilhões para emendas de comissão e R$ 8,6 bilhões para emendas de bancada.

Na mesma quinta-feira, o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, anunciou que o governo planeja liberar um cronograma de R$ 14,5 bilhões em emendas do Congresso nas áreas da Saúde e Assistência Social até o final de junho. As declarações foram feitas após uma reunião no Palácio do Planalto com o deputado Danilo Forte (União Brasil-CE), relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), e a senadora Daniella Ribeiro (PSD-PB), presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO).


  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111