Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • BANNER UNICRED 2
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Banner-Camaqua_CC 970×90

Lula anuncia cinco primeiros nomes de seu quadro ministerial

Em pronunciamento no gabinete da transição, o presidente eleito petista confirmou cinco ministérios


Por Redação Clic Camaquã Publicado 09/12/2022
Ouvir: 00:00
TSE concede três direitos de resposta a Lula contra a Jovem Pan

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, anunciou, na manhã desta sexta-feira (9), o nome de cinco ministros que atuarão na próxima gestão. A apresentação dos futuros comandantes das pastas ocorreu no auditório do Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), onde funciona o gabinete da transição.

Lula anunciou o nome do ex-ministro do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro, para o ministério da Defesa. Monteiro foi ministro-chefe da secretaria de Relações Institucionais, no segundo mandato de Lula (2007-2010).

O ex-ministro da Educação, Fernando Haddad (PT-SP), assumirá o ministério da Fazenda. Haddad é um dos homens de confiança do presidente. Ele já foi professor e já foi candidato à presidência da República pelo PT em 2018.

Para a Casa Civil, o presidente eleito anunciou Rui Costa (PT-BA), atual governador da Bahia. Costa governou a Bahia por 8 anos e tem como padrinho político o senador Jacques Wagner (PT-BA). O futuro ministro da Casa Civil deixou um sucessor na Bahia, o então secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues, que foi eleito governador do estado.

Flávio Dino, ex-governador do Maranhão, comandará a pasta de Justiça e Segurança Pública. Dino já exerceu o cargo de juiz federal, deputado federal e presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, a Embratur.

O futuro ministro está lidera o Grupo Técnico de Justiça e Segurança da transição. Ele já realizou importantes anúncios sobre medidas que a pasta deve promover em 2023, como a revogação dos decretos que facilitaram a compra de armas no país.

Encerrando a lista, o presidente anunciou o diplomata Mauro Vieira para a pasta de Relações Exteriores.


  • BANNER UNICRED 2
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • clarão—970×90