Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • cq-01
  • TEXEIRA GÁS ultragaz (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • UNIFIQUE CMQ – Banner 970x90px
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)

Defesa diz que Bolsonaro ficará em silêncio durante depoimento à PF

A defesa do ex-presidente afirma que ele não irá depor à PF até que tenha acesso aos conteúdos dos celulares apreendidos durante a operação Tempus Veritatis


Por Pablo Bierhals Publicado 19/02/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Foto: Divulgação/Ilustrativa

A Polícia Federal intimou Bolsonaro nesta segunda-feira (19) a depor sobre a suposta tentativa de golpe de Estado para mantê-lo na Presidência em 2022. O depoimento foi agendado para esta próxima quinta-feira (22) na sede da instituição policial, em Brasília, às 14h30.

Ainda nesta segunda, a defesa de Jair Bolsonaro (PL) apresentou um requerimento ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), informando que o ex-presidente não irá depor à PF até que tenha acesso aos conteúdos dos celulares apreendidos durante a operação Tempus Veritatis. O pedido foi protocolado no inquérito das milícias digitais, que embasou a operação realizada em 8 de fevereiro.

Segundo a defesa, o acesso ao conteúdo dos celulares é “crucial” para a garantia do direito de defesa do ex-presidente e, diante da falta de acesso ao material, Bolsonaro optará por ficar em silêncio durante a oitiva.

Em decorrência da operação, o ex-presidente precisou entregar seu passaporte para autoridades e não pode deixar o país. O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, um dos investigados na operação, chegou a ser preso por posse ilegal de armas, mas foi solto três dias depois.


  • UNIFIQUE CMQ – Banner 970x90px
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • cq-01
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • TEXEIRA GÁS ultragaz (1)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111