Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • 970×90 (3)
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • BANNER UNICRED 2

PRF resgata 10 pessoas em situação análoga a escravidão em RO

As vítimas foram encontradas enquanto eram transportadas dentro do baú de um caminhão na BR-364 em Ariquemes (RO) nesta semana


Por Redação Clic Camaquã Publicado 12/12/2022
Ouvir: 00:00
Foto: Divulgação

Foram regatadas 10 pessoas em situação análoga a escravidão. As vítimas foram encontradas enquanto eram transportadas dentro do baú de um caminhão na BR-364 em Ariquemes (RO) nesta semana. A ação foi realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O caminhão foi parado no posto da PRF para uma abordagem de rotina. Porém os agentes descobriram que dentro do baú do caminhão estavam 10 trabalhadores amontoados. Todos de nacionalidade brasileira.

As vítimas seriam vendedores de vários produtos que estavam sendo transportados do Ceará para serem comercializados em Rondônia. Entre os trabalhadores resgatados tinha um adolescente. Ele teria sido aliciado para esse tipo de trabalho.

As vítimas contaram à polícia que parte do grupo já estava longe de casa há mais de 4 meses e que eles eram transportados no caminhão em meio a mercadoria que seria vendida em Ariquemes.

A PRF registrou a ocorrência na Unidade Integrada de Segurança Pública de Ariquemes (Unisp) e acionou também a auditoria fiscal do Ministério do Trabalho e assistência social da Prefeitura de Ariquemes para prestar amparo aos trabalhadores.

A Polícia Civil confirmou à Rede Amazônica nesta sexta-feira (9) que o caso já foi repassado para a corporação que iniciou as investigações.

O caminhão com a mercadoria foi apreendido. O motorista foi conduzido para a delegacia, ele é suspeito de ser um intermediário do proprietário do caminhão e dos produtos que seriam comercializados.

*Fonte: g1 RO


  • BANNER UNICRED 2
  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90