Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)

Nível do Guaíba volta a subir com vento sul na Lagoa dos Patos

Segundo a MetSul Meteorologia, velocidade do vento não deve atingir mesma marca do ciclone de setembro, ficando entre 40 km/h a 60 km/h sobre a lagoa


Por Pablo Bierhals Publicado 22/11/2023
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Foto: Divulgação/GZH

Após um período de baixa, nível do Guaíba volta a subir com vento sul na Lagoa dos Patos na tarde desta quarta-feira (22). Os municípios da região metropolitana de Porto Alegre, incluindo a capital, estão enfrentando diversos transtornos desde o final de semana com as cheias do Rio Jacuí e do Guaíba.

Um dos motivos apontados para as cheias, é o desague do Rio Taquari no Jacuí, que por sua vez desagua no Lago Guaíba, assim como os rios Caí e Sinos. Todos estes rios apresentam níveis elevados e vem causando alagamentos por onde passam. Outro fator, apontado nesta tarde pela MetSul Meteorologia, é o vento sul represando a água no lago e impedindo seu curso natural até a Lagoa dos Patos.

De acordo com as informações divulgadas pela MetSul, a previsão é de vento sul no Norte da Lagoa dos Patos até sexta-feira (24), porém, conforme os dados dos modelos meteorológicos, deve soprar com velocidades maiores (40 km/h a 60 km/h sobre a lagoa) entre hoje e o começo da quinta-feira (23), com menos intensidade que durante o ciclone em setembro, quando o Guaíba é capaz de subir até meio metro em horas por conta da atuação do vento.

Conforme a MetSul, o Guaíba atingiu ontem (21) entre 8h e 9h da manhã a maior cota desde a enchente de 1941 com 3,46 metros. Com isso, a cheia de novembro de 2023 se torna a terceira maior da história da capital, nos últimos 150 anos, só atrás das cotas de 4,76 metros de 1941 e 3,50 metros de 1873.


  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)