Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • clarão—970×90

Morte de gaúcho no Rio de Janeiro é investigada pela Polícia

Gaúcho foi assassinado após uma tentativa de roubo na capital carioca


Por João Victor Fagundes Publicado 17/05/2024
Ouvir: 00:00
mortorj
Foto: Arquivo Pessoal

Na noite da última terça-feira (14), o gaúcho de 34 anos Juliano Bolson Soares, natural de Caxias do Sul, foi assassinado na região do Rio Comprido, centro do Rio de Janeiro. Conforme informações cedidas pela família da vítima, Juliano estaria em uma motocicleta indo em direção a sua casa quando foi abordado por dois suspeitos em uma tentativa de roubo.

Durante a ação dos criminosos, dois policias militares que estavam nas redondezas interviram, disparando tiros contra os bandidos. Os suspeitos empreenderam fuga e o corpo de Juliano restou já sem vida na calçada.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está averiguando os fatos, inclusive se o tiro que matou Juliano saiu das armas dos policiais militares que interviram na abordagem. Em nota, a PM do RJ afirma que os criminosos realizaram os disparos de armas de fogo contra a guarnição que passava pelo local, gerando o revide dos policiais.

Juliano era natural de Caxias do Sul e morava há pouco mais de um ano na capital carioca. A vítima atuava como gerente de tecnologia e processos em uma empresa do Rio de Janeiro.


  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111