Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)

Seleção Feminina enfrenta o Chile na final


Por Redação Clic Camaquã Publicado 19/12/2013
Ouvir: 00:00

A Seleção Brasileira Feminina entrou em campo nesta quarta-feira contra o Canadá, no Estádio Nacional Mané Garrincha, praticamente classificada, podendo perder por até três gols de diferença. Isso porque o Chile derrotara a Escócia por 4 a 3 na partida preliminar, chegando a seis pontos e zero de saldo.

Só que perder ou empatar não estava nos planos das jogadoras e integrantes da comissão técnica: a Seleção queria a vitória, que, infelizmente, não veio. Brasil e Canadá empataram em 0 a 0, na última rodada da primeira fase.

O primeiro tempo foi bem equilibrado, se por um lado o Canadá teve chance de marcar com Sesselemann, o Brasil quase abriu o placar Debinha.

A bola das canadenses até ameaçavam cruzar a área brasileira, mas a zaga não deixava que ela se aproximasse: ora Andreia Rosa tirava, ora Bruna Benites afastava o perigo.

O Canadá precisava da vitória, mas, ao invés de jogar futebol, optou por bater nas jogadoras brasileiras. Só no primeiro tempo foram 17 faltas cometidas pelas canadenses contra quatro do Brasil.

A segunda etapa continuou da mesma maneira: muita equilíbrio, como todos já sabiam que seria Brasil x Canadá.

Darlene entrou aos 35 minutos e deixou Debinha na cara do gol, mas o chute foi para fora. Em seguida, foi a vez de Cristiane deixar a camisa 7 em boa posição. Dessa vez, a goleira McLeod defendeu.

Darlene também teve sua chance, em um chute forte de fora da área que raspou no travessão e saiu. A canadense Sesselann foi expulsa depois de dar um soco em Thaisa.

Com uma a mais em campo, a Seleção Brasileira teve mais algumas oportunidades de marcar, mas a bola não entrou.

nnfrenta Com o empate, o Brasil ficou com o primeiro lugar do grupo, com sete pontos, e enfrenta o Chile, com seis pontos, na final do Torneio Internacional de Brasília, no domingo, às 16 horas.

Brasil

12. Thaís Picarte, 20. Rílany, 3. Bruna Benites (c), 4. Andreia Rosa e 6. Tamires; 8. Formiga, 10. Marta e 5. Thaisa; 7. Debinha (21. Thaisinha), 11. Cristiane e 9. Rosana (19. Darlene).

Canadá

McLeod, Zurrer, Wilkinson, Matheson, Buchanan, Sesselemann, Scott, Sinclair (c), Baxter (Kyle) e Leon (Mascato).


  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz