Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)

Inter goleia o Caxias no primeiro evento-teste do novo Beira-Rio

Time aplicou 4 a 0 no Caxias


Por Redação Clic Camaquã Publicado 16/02/2014
Ouvir: 00:00

O Internacional considera que a reinauguração do remodelado Beira-Rio acontecerá apenas no dia 6 de abril, em amistoso contra o uruguaio Peñarol. Mas o primeiro evento-teste de uma das 12 sedes da Copa do Mundo que se aproxima foi suficiente para marcar a “volta” do estádio, que havia recebido o Colorado pela última vez no já longínquo 25 de novembro de 2012. Foram 447 dias de espera. Espera essa que terminou na noite deste sábado, quando o Internacional goleou Caxias, por 4 a 0, em duelo válido pela oitava rodada do Campeonato Gaúcho.

E quem já está na história como o autor do primeiro gol do novo Beira-Rio foi lateral-esquerdo Fabrício. Após cruzamento de Aránguiz, o camisa 6 colorado, como um centroavante, cabeceou sem chances para Douglas. Se Claudiomiro marcou o primeiro gol do Beira-Rio, no histórico 6 de abril de 1969, coube a Fabrício ser o primeiro a deixar a sua marca na remodelada casa colorada para os dez mil colorados que puderam comparecer. Rafael Moura marcou dois na sequência e Fabrício, em noite iluminada, fechou o placar.

Com a vitória, o Inter foi aos 22 pontos e segue soberano na lidera do Grupo A do Gauchão. O Caxias, por sua vez, segue em quarto no Grupo B com oito, mas pode ser ultrapassado por Passo Fundo, São Paulo, São Luiz e Pelotas no complemento da rodada.

O JOGO

Sem poder contar com o lesionado Alex, Abel Braga apostou na entrada de Alan Patrick, jogador que vem recebendo a sua atenção, no setor criativo ao lado de D’Alessandro, Aránguiz e Jorge Henrique. E foi ele a arrancar o primeiro “uuuhhh” dos dez mil colorados presentes no Beira-Rio: finalização após drible e defesa de Douglas. Quatro minutos depois, aos oito, Juan, de cabeça, voltou a exigir a presença do camisa 1 do Caxias.

O gol, pelo volume de jogo apresentado pelo Inter, era questão de tempo. E ele veio aos 21, quando Aránguiz cruzou e Fabrício, de cabeça, colocou a bola no ângulo esquerdo de Douglas. Inter 1 a 0 e gol histórico para o camisa 6. Gol histórico para o novo Beira-Rio. O Inter não diminuiu o ritmo, pois o Caxias, principalmente com o veloz Rafael Carioca, não tinha receio em atacar. O segundo só não veio com Alan Patric, pois ele acertou a trave, aos 29. Apesar de magro, o placar do primeiro tempo fez justiça ao fato de o Inter ter sido melhor.

SEGUNDO TEMPO

Se Fabrício chamou para si os holofotes do novo Beira-Rio, os 45 minutos foram de Rafael Moura. O camisa 11 não tem o apoio de grande parte da torcida, mas vem provando que 2014 pode ser o seu ano com a camisa colorada. Logo com um minuto, ele aproveitou passe de Aránguiz, contribuindo com nova assistência, para, de cabeça, ampliar.

O Caxias não desistiu após ver Rafael Moura aumentar o seu prejuízo. Os comandados de Abel Braga chegaram a ser pressionados pelos de Picoli, mas D’Alessandro chamou a responsabilidade para si e presenteou Rafael Moura com passe precioso. E ele não desperdiçou: domínio e finalização sem defesa. Segundo dele. Terceiro do Inter. Inter que buscou o quarto gol e esbarrava em Douglas. Esbarrava, pois o camisa do Caxias, que vinha muito bem em campo, aceitou a finalização de fora da área de Fabrício, aos 45. Ele marcou o primeiro e o último da goleada.

PRÓXIMOS JOGOS

O Internacional volta a entrar em campo pelo Gauchão nesta terça-feira, diante do Juventude, no Estádio do Vale, a partir das 21h. Já o Caxias, no dia seguinte, receberá o Grêmio, no Centenário, às 22h.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 4 x 0 CAXIAS

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 15/2/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Alexandre Antônio P. Kleiniche (RS) e Charles Martins Lemos (RS)
Público/Renda: 10.250 presentes/Não divulgados.
Cartões amarelos: Aránguiz e Paulão (INT); Dieyson, Alisson, Karl e Léo (CAX)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Fabrício, 21’/1ºT(1-0), Rafael Moura, 1’/2ºT(2-0), Rafael Moura, 19’/2ºT(3-0) e Fabrício, 45’/2ºT(4-0).

INTERNACIONAL: Muriel; Cláudio Winck, Paulão, Juan (Ernando, 30’/2ºT) e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alan Patrick (Valdívia, 29’/2ºT), D’Alessandro e Jorge Henrique (Otávio, 22’/2ºT); Rafael Moura – Técnico: Abel Braga.

CAXIAS: Douglas; Max (Léo, 30’/2ºT), Tiago, Jean e Dieyson; Baiano, Alisson (Karl, 29’/2º), Wallacer e Rafael Carioca; Júlio Madureira (Maylson, 24’/2ºT) e Lucão – Técnico: Antônio Picoli.


  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)