Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • cq-01
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (2)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19

Preço da carne bovina sobe e churrasco fica mais salgado

Costela ficou em média 15% mais cara em 2014 em relação ao ano passado


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 27/12/2014
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Escassas no mercado, as carnes bovinas pesam mais no orçamento familiar neste final de ano na comparação com 2013. A costela, por exemplo, subiu 15%, em média, no Mercado Público de Porto Alegre. O quilo chega a R$ 19 – no mesmo período do ano passado custava R$ 16. As carnes suínas também salgam o churrasco dos gaúchos. De acordo com dados da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), a costela suína subiu de R$ 14,90 em junho para os atuais R$ 17,58, um aumento de 15,2%.

Em função da elevação dos preços, o presidente da Associação do Comércio do Mercado Público de Porto Alegre, Ivan Konig Vieira, tem observado uma queda de 25% na venda de carnes na comparação com 2013. “De forma geral, todos os açougues do Mercado sentiram esta diminuição”, disse. 

 

A elevação nos preços é explicada pela baixa oferta de carnes. Criadores gaúchos, que trocam a pecuária pelas lavouras, têm apresentado menos gado para o abate. “A falta da matéria-prima é o principal motivo”, justifica o presidente do Sindicato das Indústrias de Carnes e Derivados (Sicadergs), Ronei Alberto Lauxen. 


  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (2)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • cq-01
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)