Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • clarão—970×90
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • TEXEIRA GÁS ultragaz

Alckmin e Dilma formalizam R$ 5,7 bi do Novo Banco de Desenvolvimento para o RS

Mais da metade destes recursos ao RS anunciados por Dilma integram contratos que já estavam fechados antes de sua gestão


Por Pablo Bierhals Publicado 05/06/2024
Ouvir: 00:00
FOTO 180×720 (70)
Foto: Divulgação/Vice-presidência

O vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) e a presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), Dilma Rousseff, assinaram nesta terça-feira (4) uma carta-compromisso que destina US$ 495 milhões (aproximadamente R$ 2,6 bilhões) para a reconstrução do Rio Grande do Sul. O acordo foi firmado durante a visita de Alckmin a Pequim, na China.

Detalhes dos Recursos do Novo Banco do Desenvolvimento

Além dos US$ 495 milhões do NDB, outros US$ 620 milhões (cerca de R$ 3,15 bilhões) serão disponibilizados por meio de contratos com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), o Banco do Brasil e o Banco Regional do Extremo Sul. No total, o estado receberá US$ 1,11 bilhão (R$ 5,75 bilhões) para investir na recuperação dos municípios afetados.

Alocação dos Fundos

De acordo com o governo, a distribuição dos US$ 495 milhões será da seguinte forma:

  • US$ 200 milhões: destinados a infraestrutura, incluindo rodovias, pontes, vias urbanas e outras instalações.
  • US$ 295 milhões: canalizados pelo BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), exclusivos para o Rio Grande do Sul.

Declarações Oficiais

“Agradeço ao NDB, por meio da presidenta Dilma, por todo apoio que vem oferecendo ao povo gaúcho diante desta catástrofe sem precedentes”, afirmou Alckmin. Ele expressou confiança na recuperação do estado, dizendo: “Tenho convicção de que a reconstrução do estado será maior que a destruição”.

Conforme reportado pelo Poder360, os US$ 620 milhões adicionais já estavam acordados em contratos assinados entre 2020 e 2022, durante o mandato de Marcos Troyjo à frente do NDB. Esses fundos foram apenas realocados e o modelo de repasse adotado é anterior à gestão de Dilma Rousseff.

Baixa na arrecadação no RS

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), está em Brasília nesta quarta-feira (5) para uma série de compromissos oficiais visando a reconstrução do estado após as enchentes de maio. Leite alertou que o estado pode perder até R$ 10 bilhões em arrecadação este ano devido à catástrofe climática.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • clarão—970×90
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz