Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)

Preço do arroz é firme, mas com comercialização lenta em novembro

A saca de 50 quilos é comercializada a uma média de R$ 41,27


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 28/11/2015
 Tempo de leitura estimado: 00:00

O mercado gaúcho de arroz, principal referencial nacional, se aproxima do encerramento do mês de novembro com preços firmes. A saca de 50 quilos era comercializada a uma média de R$ 41,27 no estado no dia 25, ante R$ 40,82 na semana anterior. Confrontada com igual período do mês passado – R$ 40,52 -, havia ganho de 1,85%. Na comparação com o mesmo momento de 2014, era verificada uma alta de 12%, quando o valor registrado era de R$ 36,86 a saca.

As comercializações são lentas. “Sem conseguir um bom escoamento dos grãos e com o final do ano se aproximando, cada vez torna-se mais difícil a indústria repassar o produto ao consumidor final”, explica o analista de Safras & Mercado, Mahal Ferreira. “Há alguns meses as indústrias já haviam sinalizado que dificilmente comprariam grão em casca acima dos R$ 41,00”, explica.

No cenário internacional, destaque para a China, que importou 322,601 mil toneladas de arroz em outubro, com alta de 79,41% sobre o total adquirido em igual período de 2014. A informação é da Administração Geral de Portos e Alfândegas daquele país. Nos dez primeiros meses do ano, as compras chinesas somam 2,636 milhões de toneladas, com alta de 31,43% sobre igual período do ano anterior.

O Vietnã foi o principal abastecedor do mercado chinês em outubro, com 199,3 mil toneladas e alta de 80,94% sobre igual período do ano anterior. No ano, os embarques vietnamitas para a China totalizam 1,596 milhão de toneladas, com avanço de 41,79% sobre o ano anterior.  A Tailândia vendeu 90,789 mil toneladas no mês e 718,1 mil toneladas no ano, com aumentos de 47,2% e 32,78%, respectivamente.

 


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)