Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • TEXEIRA GÁS ultragaz

Deputado Marcus Vinícius oficializa denuncia que indica irregularidades na compra bilionária de arroz importado pela Conab

O político gaúcho vai até o Tribunal de Contas da União (TCU) buscando suspender leilão de arroz estrangeiro, apontando prejuízos à população nacional e aos consumidores


Por João Victor Fagundes Publicado 03/06/2024
Ouvir: 00:00
mv
Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (03), o deputado estadual do RS Marcus Vinícius de Almeida (Progressistas) apresentou uma denúncia ao Tribunal de Contas da União (TCU) que aponta irregularidades no processo de compra de até 1 milhão de toneladas de arroz importado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), custando quase R$ 7 bilhões.

Na queixa, o deputado indica que o leilão marcado para o dia 06 de junho não possui embasamento técnico que comprove a necessidade de importação e justifique a interferência no mercado. Além disso, o parlamentar afirma que houve abuso de poder político, tendo em vista a distribuição do cereal pelo país em pacotes personalizados com as cores, logomarca e slogan do governo federal às vésperas das eleições municipais.

Marcus alerta para o fato de que a safra de arroz de 2024 no Rio Grande do Sul já foi colhida e não há chance de desabastecimento ou aumento abusivo de preços. O deputado debruça-se nos dados fornecidos pelo Instituto Rio-Grandense do Arroz (IRGA) e da própria Conab indicam que 84% das lavouras já haviam sido colhidas antes da catástrofe climática.

Nesta representação enviada ao TCU, o deputado pede com urgência para que seja suspensa a compra de arroz estrangeiro e que a Conab apresente estudos técnicos que comprovem a necessidade da aquisição bilionária, que segundo ele, é “gasto público sem fundamento e uma ameaça à rizicultura e saúde da população”


  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)