Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • banner felice 2
  • globalway (1)

28 de outubro: dia de homenagear os fumicultores de todo o Rio Grande do Sul

No dia 28 de outubro de 1492, dois tripulantes do navio de Cristóvão Colombo apresentaram a folha do tabaco para colonizadores do Brasil


Por Redação Clic Camaquã Publicado 28/10/2022
 Tempo de leitura estimado: 00:00
28 de outubro: dia de homenagear os fumicultores de todo o Rio Grande do Sul
28 de outubro: dia de homenagear os fumicultores de todo o Rio Grande do Sul

O produtor de tabaco tem um dia dedicado a ele: 28 de outubro, o dia dos Fumicultores. A data foi definida na assembleia da Associação Internacional dos Produtores de Tabaco (Itga), em outubro de 2012. A escolha do dia deve-se à história.

Em 1492, Cristóvão Colombo navega em direção às Américas. No dia 28 de outubro, dois tripulantes da embarcação visitam o interior do que viria a ser a ilha de Cuba. Eles encontram nativos e testemunham um estranho ritual em que a fumaça de folhas queimadas é inalada através de um tubo. Assim aconteceu a apresentação das folhas conhecidas pelos nativos como Cohiba e que mais tarde seria chamada de tabaco.

No Brasil, a data foi instalada, oficialmente, no Rio Grande do Sul, (Lei 14.208, de março/2013, de autoria do deputado estadual Heitor Schuch), em Santa Catarina (Lei 16.114, de setembro/2013, de autoria do deputado estadual Mauro de Nadal), e no Paraná (Lei 17.729, de 2013, de autoria do deputado estadual Anibelli Neto).

Família de fumicultores

Filhos de fumicultores, o casal Leomar Boeira (63 anos) e Selenita da Costa (62 anos), continuam na profissão das famílias, no interior de Camaquã, região Centro-Sul do Rio Grande do Sul. A propriedade de 30 hectares foi adquirida com o trabalho do casal que tem três filhos; todos produtores rurais: Waldoir (37 anos) e a esposa Flávia (29 anos) são a sucessão da propriedade; Wagner e Wanderlei, adquiriam suas próprias terras.

Além dos 45 mil pés de tabaco, a família diversifica com a produção de mudas de capim e a produção de silagem de capim para a venda. Ainda conta com a agricultura e a pecuária de subsistência.

“Não recebemos nenhuma herança e, hoje, nos orgulhamos por tudo que conquistamos com o nosso trabalho e com a nossa família”, enfatiza Leomar, associado da Afubra desde 1986.

Para o tesoureiro da Afubra, Marcilio Drescher, é, com certeza, uma data a ser comemorada:

“O produtor de tabaco é muito importante para os municípios e estados e, também para o Brasil, tanto no âmbito social, como econômico e ambiental. O fumicultor tem cumprido suas obrigações com a preservação do meio ambiente, com o uso de lenha de mata energética e a manutenção da mata de sua propriedade, além dos cuidados com o solo e água; tem tido atenção com a saúde e segurança na hora do trabalho, bem como, com o incentivo das crianças e jovens estudarem; e, no meio econômico, traz renda para si e sua família e para a comunidade”.

Os números do setor

O cultivo no Sul do Brasil, na safra 2021/2022, envolveu 128.448 famílias produtoras, numa área de 246.590 hectares, e gerou uma receita bruta de R$ 9,54 bilhões. Além disso, outras atividades vegetais e animais desenvolvidas pelos mesmos fumicultores geraram outros R$ 8,79 bilhões, o que totaliza um faturamento anual de mais de R$ 18,3 bilhões.

O trabalho do produtor de tabaco gerou, em 2021, R$ 26,28 bilhões de faturamento com o consumo doméstico e exportação. No consumo doméstico, gerou R$ 18,35 bilhões. E a divisa de exportação gerou R$ 7,93 bilhões.

Conheça a história do fumicultor Giovane Weber, comentarista da ClicRádio:


  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • banner felice 2
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • TEXEIRA GÁS ultragaz