Polícia

EXCLUSIVA: Projeto prevê cercamento eletrônico em Camaquã

Com aporte financeiro do Ministério Público, projeto é debatido junto à Prefeitura, Brigada Militar e Polícia Civil
Por: Elias Bielaski | Publicado: 29/11/2021 às 10:00 | Alterado: 06/12/2021 às 22:15
Imagem Ilustrativa. Foto: Freepik
Imagem Ilustrativa. Foto: Freepik

A cidade de Camaquã pode ter um importante projeto na área da Segurança Pública sendo executado em 2022. Com aporte financeiro do Ministério Público local, está sendo debatido o cercamento eletrônico do perímetro urbano e dos principais acessos da cidade.

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

O cercamento eletrônico conhecido também como muralha digital ou cerco inteligente, vem para identificar proativamente veículos com restrições que circulam por cidades e rodovias, pessoas com impeditivos judiciais, dentre outros.

O projeto foi pensado devido ao aumento da taxa de criminalidade que ameaça seriamente a vida das pessoas e segurança patrimonial dos moradores de Camaquã e região, principalmente para crimes ligados ao tráfico de drogas.

Esta solução tem sido uma grande arma aos órgãos de segurança, possibilitando otimizar suas forças policiais com uso de tecnologias como Leitura de Placas Veiculares, Reconhecimento Facial, Analíticos de Vídeo para controle de tráfego.

Além disso, também é utilizado na investigação de roubos e furtos veiculares ligados diretamente a central de monitoramento, garantindo a diminuição da criminalidade.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

Em conversa com a reportagem do Clic Camaquã na 40ª Feira do Livro de Camaquã, o prefeito Ivo de Lima Ferreira informou que o projeto está sendo debatido junto à Brigada Militar e Polícia Civil.

Um exemplo é o projeto desenvolvido pela Prefeitura de Santa Rosa. Confira:

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

Um carro em situação irregular passa por uma câmera do cercamento eletrônico. Um alerta sobre a irregularidade é emitido na central de videomonitoramento e, imediatamente, repassado para a guarnição da Brigada Militar mais próxima do fato, que realiza a abordagem ao veículo.

Durante reunião almoço ocorrida na Associação Comercial e Industrial de Camaquã (ACIC), o vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior, falou sobre o assunto.

“Esta é uma importante ferramenta tecnológica que vem para auxiliar na redução do furto e roubo de veículos”, ressalta.

Ranolfo destacou ainda o potencial dessa ferramenta para ampliar as quedas nos índices de furto e roubo de veículo, já visível nas cidades que tiveram implantação, citando como exemplos Porto Alegre, Esteio, Xangri-lá, Santa Maria, Santa Rosa,

Clique aqui e vote no Prêmio Prime 2022 <

A possibilidade já havia sido trazida em primeira mão pela reportagem do Clic Camaquã em julho deste ano. Clique aqui e leia mais. Atualmente, a Prefeitura Municipal de Camaquã tem instaladas 25 câmeras de videomonitoramento no perímetro urbano, sendo que 15 estão funcionando. 

deixe seu comentário