Polícia

Sogro tenta agredir o próprio genro com facão e acaba preso

Foi necessário o emprego da arma de choque para incapacitação e contenção do agressor, um morador de Ijuí, no norte do RS
Por: Elias Bielaski | Publicado: 25/10/2021 às 17:22 | Alterado: 01/11/2021 às 16:30 | Fonte: RS Agora
Imagem Ilustrativa. Foto: Brigada Militar
Imagem Ilustrativa. Foto: Brigada Militar

Durante este final de semana, a Brigada Militar (BM) de Ijuí precisou intervir em uma briga de família. Durante a madrugada deste domingo, 24 de outubro, a guarnição do Policiamento Ostensivo da Brigada Militar do 29º BPM foi comunicada a respeito de uma pessoa caída em via pública.

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

A denúncia dava conta de um homem deitado na rua Inocência Terra, no bairro Getúlio Vargas.

Os policiais foram até o local informado e localizaram, caída no solo, uma pessoa possivelmente embriagada,.

O homem de 20 anos tinha ferimentos na cabeça. Natural de Cruz Alta, o homem tinha diversos antecedentes criminais, conforme constatado pela guarnição.

Enquanto os policiais aguardavam a chegada do Serviço Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), chegou no local outra pessoa com um facão na mão tentando agredir o jovem.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

De acordo com a BM, foi necessário o emprego da arma de choque para incapacitação e contenção do agressor. O homem de 41 anos foi detido e identificado como sendo sogro da vítima, também com antecedentes criminais.

Diante dos fatos os policiais deram voz de prisão ao acusado, apreendendo com ele um facão de aproximadamente 40cm de lâmina.

Ele foi encaminhado para exames de saúde na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local, como de praxe.

Na sequência, o homem foi apresentado juntamente com a arma branca na Delegacia de Polícia de Ijuí, onde foi feito o registro pertinente ao fato.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

O acusado não teve seu nome divulgado em virtude da Lei de Abuso de Autoridade (nº 13.869), que neste caso, também preserva a identidade da vítima.

deixe seu comentário