Polícia

Operação de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes resgata 7 adolescentes

Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado (21)
Publicado: 22/08/2021 às 10:23 | Alterado: 29/08/2021 às 22:25
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado
Ação da Polícia Rodoviária Federal ocorreu entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada de sábado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou entre a noite de sexta-feira (20) e a madrugada do sábado (21), a Operação Nacional ONEESCA VI, com foco na prevenção e repressão dos crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes.

No Rio Grande do Sul, a operação mobilizou uma força-tarefa que atuou em 10 pontos de vulnerabilidade, locais identificados pela PRF como aqueles com maiores chances de se encontrar crianças e adolescentes em situação de exploração sexual, localizados em Montenegro, Paverama, Lajeado, Erechim e Sarandi. Foram abordadas 88 pessoas em locais como casas de prostituição e afins.

Em uma boate localizada às margens da BR 386, no município de Paverama, os PRFs encontraram 7 adolescentes, sendo 3 rapazes e 4 meninas. Eles foram retirados do local e encaminhados para o conselho tutelar da região. 

Muito além do caráter repressivo, as operações ONEESCA têm o objetivo de proteção da infância e adolescência. Para isso, toda a rede de proteção conta com telefones para denúncia:

-  Disque 100 do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos;

- Disque-Denúncia 181, para qualquer denúncia envolvendo segurança pública;

- Fone 191, número da emergência da PRF.

deixe seu comentário