Últimas Notícias

“É a oportunidade para produtores conhecerem tecnologias e ferramentas disponíveis”, afirma jornalista

Gilkiane Cargnelutti falou sobre a importância da Abertura da Colheita de Arroz deste ano, para o conhecimento de tecnologias que possam melhorar os trabalhos no campo
Por: Sabrina Borges | Publicado: 08/02/2021 às 00:00 | Alterado: 22/04/2021 às 11:06
Foto: Reprodução/ClicTV
Foto: Reprodução/ClicTV

Segunda-feira é dia de participação especial da jornalista Gilkiane Cargnelutti na ClicRádio. Essa semana, Gilkiane falou sobre as eleições dos presidentes da Câmara de Deputados e do Senado, que ocorreram em Brasília na semana passada. 

 “É importante a gente destacar o tema, porque a partir de agora são eles que vão pautar aqui no Congresso os Projetos de Lei fundamentais para o agronegócio e para a agricultura familiar”, explicou a jornalista e assessora de imprensa. Além das eleições, também ocorreu a posse do novo presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), que será conduzida pelos próximos dois anos pelo deputado Sergio Souza do Paraná. Gilkiane explicou que a FPA é a maior Frente Parlamentar do Congresso. 

A jornalista também falou sobre a 31ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas - safra 2020/2021, que vai começar amanhã, terça-feira, dia 9 de fevereiro. O evento se estende até o dia 11 de fevereiro. 

Gilkiane falou sobre as alterações que precisaram ser pensadas devido a pandemia de Covid-19. Esse ano o evento vai ser realizado em formato híbrido, de forma presencial e virtual. 

A jornalista evidenciou a presença do vice-presidente Mourão no evento. Ele deve participar do momento na quinta-feira, dia da abertura oficial da colheita do arroz. A ministra Tereza Cristina deve participar de forma virtual do evento, segundo Gilkiane.  

“A abertura será uma oportunidade para que os produtores tenham acesso a toda essa tecnologia e ferramentas disponíveis”, comentou. “Segundo o Superintendente de Gestão da Oferta, Allan Silveira dos Santos, a safra de 2021 não deve ser muito maior do que a safra do ano passado, mas o setor espera continuidade nos preços, para o produtor recuperar a área perdida nos últimos anos”, contou.

 

Entidades rurais de Camaquã promovem excursão para a 31ª Abertura da Colheita do Arroz

 

A colheita deve atingir 10,9 milhões de toneladas, o que representa uma queda de 2,5% em comparação com a safra do ano anterior e as exportações devem seguir aquecidas mesmo com menor volume de produção”, explicou a jornalista. Ela comentou ainda, sobre otimismo em relação aos preços, pois o mercado passa por um ajuste grande e a expectativa de exportação é positiva em função do câmbio acima de R$5,00, o que regula bem no mercado interno. 

Confira a entrevista completa a partir dos 33 minutos de transmissão:

 

deixe seu comentário