Polícia

Renato doa camiseta assinada pelo elenco gremista para ajudar policial da Zona Sul do RS

Soldado Rodrigo Dewes, de Rio Grande, teve sua perna amputada após ser baleado em uma ação policial; camiseta será utilizada para angariar fundos para uma nova prótese
27/01/2020 - 14h:28min - Fonte: CRPO Sul e Comando da BM

Na tarde deste domingo (26), realizou-se em Pelotas a partida entre Brasil de Pelotas e Grêmio, pelo campeonato gaúcho. Na ocasião, a comandante do policiamento no evento, Capitã Madalena, teve a oportunidade de expor ao técnico Renato Portaluppi a história do Soldado Rodrigo Dewes, de Rio Grande, que restou ferido após uma ação policial e meses depois teve sua perna amputada (leia abaixo).

Com isto, o técnico se sensibilizou e doou uma camiseta oficial da equipe assinada por todo o elenco gremista, na intenção de colaborar para a angariação de fundos para a aquisição de uma prótese para o policial militar.

A Capitã então, juntamente com o Major Scherdien, o qual responde pelo comando do 4° Batalhão de Polícia Militar (BPM), entregou o uniforme ao Tenente Sagaz, que serve no 6°BPM, em Rio Grande, para que seja feita a entrega ao Soldado Dewes.

 

Relembre o caso

Um dos assaltantes morreu no local, o outro foi preso. — Foto: Reprodução/Câmeras de segurança

Um dos assaltantes morreu no local, o outro foi preso. — Foto: Reprodução/Câmeras de segurança

Na noite do dia 3 de setembro de 2019, o policial Rodrigo Dewes reagiu a um assalto em uma farmácia enquanto estava à paisana. O policial foi atingido por dois tiros, um na perna e outro perto da virilha. Ele foi levado para o hospital e passou por cirurgia. 

A dupla entrou no local, por volta das 21h, usando máscaras e anunciou o assalto. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento do município.

Nas imagens das câmeras de segurança, é possível ver que, na farmácia, estavam um funcionário e dois clientes, entre eles o policial que percebeu a chegada dos assaltantes e disparou. Um deles não resistiu e morreu no local. O outro, que também foi baleado, foi preso.

Após quatro meses de tratamento em Porto Alegre, onde esteve internado, ele anunciou através de redes sociais, que passaria pelo procedimento de amputação.

Confira o texto publicado pelo policial Rodrigo Dewes:

"Caros amigos e familiares, gostaria de agradecer a todos vocês que até hoje dedicaram tempo, carinho, amor, ligações, mensagens, conselhos etc.

Quero informar-lhes que chegamos em uma etapa do meu tratamento que já estamos perto dos limites de muitas coisa. Mas, a principal delas, meu corpo está chegando ao seu limite e está dando sinais.

Mesmo com minha fé, meu foco é minha força de vontade para seguir em frente, ele avisou. Então, na quarta fui fazer a troca de curativo e o médico viu muita infecção na perna. Começou a limpar, mas era algo impressionante, bastante infecção.

Resumindo.

Chegou o momento de acabar com o sofrimento e a dor.

Nesta sexta, faremos a amputação da minha perna.

Sairemos dessa batalha e começaremos uma nova.

Uma batalha de adaptação, uma batalha pra ter uma prótese de qualidade!

Um abraço a todos. NÃO ficarei online. Pois estou em UTI"

deixe seu comentário