Saúde e Bem Estar

"Temos a consciência tranquila de fazer o melhor por Camaquã", afirma presidente do Hospital

Representantes do Hospital de Camaquã falaram sobre situação da instituição
Por: Elias Bielaski | Publicado: 15/01/2022 às 11:04 | Alterado: 22/01/2022 às 00:25

Na manhã deste sábado, 15 de janeiro, o programa Controle Geral recebeu representantes do Hospital Nossa Senhora Aparecida (HNSA) de Camaquã. Alvorino Osvaldt conversou com o presidente José Almiro Chagas de Alencastro, o "Gringo", que esteve no estúdio da ClicRádio junto a Cleber Dornelles, diretor de Controladoria da instituição.

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

No começo da entrevista, o presidente fez uma breve avaliação da situação atual, destacando o serviço prestado pela principal instituição de saúde da região:

"Apesar de muitas situações, onde fomos até criticados, nós temos a consciência tranquila de que estamos fazendo o melhor para a nossa comunidade", iniciou o presidente.

Segundo Almiro, a parte financeira é a maior dificuldade, tanto do HNSA quanto de qualquer hospital que atenda pelo Sistema Único de Saúde (SUS), responsável por quase 90% dos atendimentos realizados.

Ele destacou que devido a defesagem contratual, aumento do preço de insumos e de serviços, o 'desencaixe' acabou deixando quase R$7 milhões em prejuízo ao hospital. O presidente afirmou que para arcar com esse custo, paralelo ao custo de operação da casa de saúde, foi necessária uma "ginástica" financeira.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

"Nós tínhamos um custo de R$12 para fazer um teste (da Covid-19) no laboratório. Esse custo está em R$60. Já comunicamos ao Ministério Público, já que o Hospital não tem condições de estar arcando com esse custo exorbitante"

Outro destaque feito pela presidente foi em relação à testagem em massa do Hospital. Atualmente, são 14 funcionários afastados por terem contraído a doença. Segundo ele, a Prefeitura já acenou positivamente e deve ajudar na testagem em massa de todos os funcionários.

O diretor de Controladoria iniciou falando sobre a suspensão das visitas no Hospital, que iniciaram nesta sexta-feira, 14 de janeiro, em virtude do novo avanço da doença no município.

"A gente colocou uma nota, que a partir de ontem a gente precisou proibir todas as visitas no hospital. Claro, sempre tem suas exceções. Além disso, acompanhante só para aqueles que obrigatoriamente precisam ter acompanhante"

Clic Camaquã promove o Miss Praia 2022 <

Cleber destacou que atualmente, apenas quatro leitos de UTI e um leito clínico estão ocupados. Os representantes destacaram que apesar do grande número de casos registrados na última semana, não houve procura por leitos e novas complicações da doença que demandassem internação.

"Creio que o trabalho do Hospital continua, é permanente. Nesse momento, dessa nova onda, nós redobramos os cuidados com equipamentos de proteção", destacou Cleber.

Ele ainda destacou que após a vacinação, o número de casos que tiveram agravamento dos sintomas reduziu significativamente. Almiro ainda complementou:

"É importante destacar em relação a gravidade do vírus: diminui em virtude da vacina, tanto é que os pacientes que estão na UTI não estão em estado grave, todos permanecem estáveis, sem precisar de entubação", disse o presidente.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

Sobre a vacinação de pacientes, os representantes destacaram que como é o município que faz a vacina, não há dados sobre a porcentagem de internados e atendidos que não se vacinaram.

Almiro destacou que houve grande aumento de atendimentos no Pronto Socorro do HNSA, mas nada que venha preocupar ou que vá causar, neste momento, alguma sobrecarga ou colapso do sistema de saúde. Ambos elogiaram o secretário da Saúde, Renato Sanhudo, principalmente pelas ações da pasta  que levaram a testagem e a vacinação aos postos de todos os bairros. Segundo ele, essa medida ajuda a evitar sobrecarga do Hospital.

Ao final da entrevista, Cléber trouxe alguns destaques relacionados a parte financeira e agradeceu pelo apoio do Clic Camaquã:

"Agredeço ao Clic, porque as pessoas às vezes não entendem. O Eduardo é nosso grande parceiro, ele coloca a disposição do Hospital todas essas mídias, inclusive ali na esquina da Sete de Setembro (telão da Bah! Mídia Digital), onde tem uma mídia do Hospital de forma gratuíta. A gente agradece a equipe do Clic, que se empenham e enxergam o trabalho que o Hospital vem fazendo, e retribui de alguma maneira. Toda a semana, alguém vem aqui para falar sobre algum assunto, e ficamos sempre a disposição", destacou Cléber. 

Leia a nova edição da Revista Prime <

Assista a entrevista completa a partir de 1h de transmissão:

Clique aqui e vote no Prêmio Prime 2022 <

O Controle Geral vai ao ar todos os sábados, às 8:30, pelo YouTube, pelo Facebook e pelo aplicativo da ClicRádio, contando com a retransmissão da Rádio IdealFM de Chuvisca.

deixe seu comentário