Região

Arambaré deve ter nova ponte entre Costa Doce e Caramuru

Após liberação de R$8 milhões através da Caixa, Prefeitura e Câmara iniciam discussão sobre três possibilidades para nova ponte
Por: Elias Bielaski | Publicado: 01/11/2021 às 10:27 | Alterado: 08/11/2021 às 20:07

Os moradores de Arambaré e os veranistas que visitam a verde praia da Lagoa conhecem muito bem a ponte que liga o Centro e a Costa Doce do município à Cibislândia e ao Caramuru. A Ponte João Goulart foi inaugurada em 1962, na gestão do governo Brizola e é de responsabilidade estadual. Assim como a ERS-350, é notório que o compromisso de manutenção por parte do Estado não é cumprido. Nem perto disso.

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

Em estado de conservação precário, a estrutura, que já teve sua capacidade para veículos de até 36 toneladas, teve sua primeira redução de classe em 2013. De 36t, passou para 25 toneladas. Logo em seguida, a capacidade foi reduzida para 16 toneladas.

Mais recentemente, em 26 de setembro de 2017, a Ação Civil Pública nº 007/116.00030474 fixou que até a sua manutenção e/ou reconstrução, o tráfego de veículos fica limitado ao peso máximo de 3,5 toneladas.

Em julho de 1992, um acidente com uma carreta provocou a queda total da estrutura. A nova ponte foi reinaugurada no governo Collares, em 1994, mas sem a renovação de toda a parte metálica para sustentação.

Com tábuas soltas e cada vez mais "estalos" com a passagem de veículos, cresce o sentimento de insegurança dos usuários que utilizam a estrutura diariamente. A ponte é o caminho mais curto entre as duas partes da cidade.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

Na última quinta-feira, 28 de outubro, o jornalista Eduardo Costa, diretor do Portal Clic Camaquã, esteve em Arambaré e registrou a atual situação da ponte:

Já no sábado, 30 de outubro, o programa Controle Geral recebeu Jardel Cardoso, prefeito Municipal de Arambaré, acompanhado de Adejanir Vasconcelos, secretário do Turismo, Desporto e Lazer.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

No estúdio da ClicRádio, o chefe do Poder Executivo trouxe informações sobre obra que chega para solucionar o problema na ponte.

Três possibilidades

O prefeito destacou que a discussão junto aos vereadores e a comunidade deve se iniciar ainda em 2022, com três possibilidades para solucionar o problema. 

A Caixa acenou positivamente para a liberação de financiamento de R$8 milhões, dos quais uma parte será utilizada para a construção de uma nova ponte e o restante, para a recuperação das demais pontes do interior do município.

Assista a transmissão do Prêmio Prime 2021 <

Segundo Jardel, existem três possibilidades, sendo todas de construção de nova ponte com duas vias:

- A construção de uma nova ponte no local onde está localizada a Ponte João Goulart.

- A construção de uma nova ponte em algum local em que o Arroio Velhaco tenha menor leito e margem, em uma rua já existente, possibilitando a obra

- A abertura de uma nova rua e a construção de uma nova ponte, em um ponto do Arroio Velho que também ofereça condições para tal obra

Clique aqui e vote no Prêmio Prime 2022 <

Assista a entrevista completa:

Com recurso já liberado, o Poder Executivo trabalha na elaboração de projeto que conste as três possibilidades, que serão debatidas junto aos vereadores do Município. 

Clic Camaquã anuncia Troféu Elas por Elas <

deixe seu comentário