Política

"Teve um projeto que andou bem rápido. Por coincidência, a empresa tinha ligação com o vice-prefeito", afirma vereador

Vitor Azambuja (PP) falou sobre vinda de fumageira para Camaquã e sobre venda de terreno da Prefeitura ocorrida na Legistatura passada
Por: Elias Bielaski | Publicado: 19/07/2021 às 17:30 | Alterado: 25/07/2021 às 05:35
Vítor Azambuja no Bom Dia Camaquã. Foto: Elias Bielaski / ClicRádio
Vítor Azambuja no Bom Dia Camaquã. Foto: Elias Bielaski / ClicRádio

Na manhã desta segunda-feira, 19 de julho, o programa Bom Dia Camaquã recebeu Vítor Azambuja, vereador pelo Partido Progressita (PP). Ele realizou tradicional participação em formato de debate junto ao vereador Luciano Pereira Dias, o Cabeça, vereador pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

As matérias sobre as participações são feitas de forma individual.

Quer ganhar um rancho do Krolow? Clique aqui!

O vereador debateu o formato e o tempo para tramitação de projetos e questionou a rapidez de tramitação de alguns projetos e a demora para outros:

Segundo Vitor, empresários camaquenses não recebem o mesmo tratamento que esta empresa está recebendo. Ele citou o exemplo de um empreendedor que acabou desistindo de uma expansão local devido à demora para obter uma resposta sobre a cedência ou venda de uma área pública.

"Houve um projeto específico de cessão de terreno à beira da BR-116 que foi bem rápido, teve uma agilidade bem grande, para uma empresa daqui de Camaquã. E por coincidência essa empresa tem ligação com o vice-prefeito. Esse projeto andou bem rápido"

Quer ganhar uma pizza Frazione? Clique aqui!

Dentre os destaques do debate, esteve a fala dos vereadores em relação à Canarana Agrocomercial, empresa de Cerro Grande do Sul que estuda a viabilidade de instalação de uma unidade em Camaquã.

Segundo representantes da empresa, o investimento projetado no primeiro ano após a instalação é de R$ 127 milhões, gerando 114 empregos diretos de forma imediata e 226 empregos em até 5 anos.

"Sobre a Canarana: é justamente sobre desenvolvimento econômico, geração de renda e geração de empregos. Mas nós como vereadores temos a prerrogativa e o dever de ter responsabilidade em todos os projetos que passarem pela Câmara de Vereadores"

Segundo ele, houve uma reunião de apresentação do projeto mas o comunicado desta reunião não foi feito de forma oficial e sim por um grupo de WhatsApp.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio.

O parlamentar ainda destacou que toda a população tem interesse na vida de um empreendimento deste porte, mas que ainda assim é preciso ouvir a comunidade, a empresa, o secretário da pasta responsável pelo desenvolvimento, o procurador e as entidades do Município.

"Algumas coisas precisam ficar esclarecidas nesse projeto da Canarana. [...] É uma empresa que até pouco tempo tinha o capital social de R$100 mil e agora se propõe a investir R$170 milhões", questionou.

O vereador ainda ressaltou que no projeto, a empresa pede isenção do imposto Municipal, cedência de área para construção, e chegou a pedir para utilizar o terreno cedido como garantia bancária, o que foi negado pela Procuradoria.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube.

Assista a entrevista completa:

De segunda a sexta-feira, às 9h, o programa Bom Dia Camaquã abre espaço para participação de vereadores no estúdio da ClicRádio. Em duplas, os parlamentares camaquenses tem a oportunidade de debater os principais temas ligados ao Poder Legislativo.

Quer ganhar um rancho do Krolow? Clique aqui!

Sessão presencial

A pauta desta segunda-feira(19) terá apenas uma matéria em discussão e votação, mas será marcada pela volta dos parlamentares no Plenário da Câmara de Vereadores. 

Após reunião na última sexta-feira(16) do colégio de Líderes, ficou definido que os legisladores poderão estar de forma presencial na sessão.

Confira a matéria da 25º Sessão Ordinária:

Requerimento com Apoio do Plenário nº 39/2021

Solicita estudo técnico do setor de engenharia de tráfego ou da Divisão de Trânsito de Camaquã, conforme determina o código CTB, CONTRAN e Resolução 600/16 , para a implantação de quebra-molas ou redutores de velocidade, na rua Teodulino Gomes de Andrade, bairro Jardim do Forte.

deixe seu comentário