Polícia

Operação da Polícia Civil combate o "Golpe dos Nudes" no Rio Grande do Sul

Golpe já fez vítimas em diversos municípios da região de Camaquã; suspeitos foram presos preventivamente por extorsão sexual
Por: Elias Bielaski | Publicado: 25/08/2021 às 11:08 | Alterado: 31/08/2021 às 12:30 | Fonte: Polícia Civil
Imagem Ilustrativa. Foto: Freepik
Imagem Ilustrativa. Foto: Freepik

Nesta terça-feira (24), a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos e Defraudações (DRCID), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), deflagrou a Operação Alfarrábio, com objetivo de combater o “Golpe dos Nudes”.

Concorra a um rancho do Macro Atacado Krolow <

O golpe já fez diversas vítimas em Camaquã e em diversos municípios da região.

Foram cumpridas 16 ordens judiciais, sendo 7 prisões preventivas e 9 mandados de busca e apreensão nas cidades de Alvorada, Canoas, Viamão, Erechim e Charqueadas; e, ainda, na Penitenciária Estadual do Jacuí, Penitenciária Estadual de Canoas III e Colônia Penal Agrícola.

Até o momento 6 pessoas foram presas preventivamente. Restaram apreendidos diversos cadernos com anotações sobre o golpe, telefones celulares, dentre outros objetos.

No caso investigado, partiu-se de informações advindas de diversas apreensões oriundas de casas prisionais, em que os criminosos, mediante anotações em cadernos, mantinham informações de vítimas, contas bancárias, textos de roteiros sobre o que falar às vítimas, quando se passavam por policiais, dentre outras informações sensíveis que tornam fidedigno o golpe.

Concorra a uma pizza grande da Frazione <

Diante dos contundentes dados obtidos, aprofundaram-se as investigações, observando-se que a grande maioria dos golpes relacionados à extorsão sexual tem origem em casas prisionais, com o fundamental auxílio de partícipes dos crimes que recebem os valores que as vítimas pagam, seja para se livrar de suposta acusação do crime de pedofilia, seja para que a foto da vítima não seja compartilhada para familiares e amigos.

As investigações prosseguem e ao final do inquérito policial os suspeitos poderão ser indiciados pelos crimes de extorsão e associação criminosa, de acordo com suas participações nos fatos apurados.

A operação, que teve apoio do efetivo que atua na Penitenciária Estadual do Jacuí, contou com a participação de 30 policiais civis e 35 policiais militares.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

Mais informações poderão ser obtidas com o Delegado André Lobo Anicet, da Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos e Defraudações (DRCID), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC).

O Golpe dos Nudes

O crime conhecido como “Golpe dos Nudes” consiste, inicialmente, com o envio às vítimas de solicitações de amizade por redes sociais de mulheres jovens e atraentes para homens, geralmente de meia idade. Num segundo momento, via whatsapp, compartilham fotos íntimas, que serão utilizadas na extorsão.

A vítima, então, passa a receber ligações dos supostos pais da menina e/ou de falsos policiais civis (agentes e delegados de polícia), que o acusam de pedofilia, sob a alegação de que as fotos são de uma criança ou adolescente.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

Na extorsão, os ditos “familiares” exigem valores para não denunciarem a vítima à polícia ou identificando-se como delegados, a exigência é para arquivar os supostos inquéritos.

Os golpistas, em alguns casos, reproduzem o ambiente de uma Delegacia de Polícia, com banners, camisetas, armas e insígnias da Polícia Civil, todas falsas, com intuito de dar veracidade ao golpe e conseguir extorquir o valor exigido das vítimas.

Dados Estatísticos   

No período de 01 de janeiro à 15 de agosto de 2021, no Estado do Rio Grande do Sul, 87 pessoas foram indiciadas pelo crime de extorsão sexual, conhecido como “Golpe dos Nudes”.

Concorra a um rancho do Macro Atacado Krolow <

Neste mesmo período, 24 pessoas foram presas, sendo que 12 permanecem recolhidas ao sistema prisional.

1. Desconfie de solicitações de amizade nas redes sociais de pessoas que você não conhece;

2. Não converse por telefone com pessoas que utilizam prefixos e números desconhecidos;

3. Não compartilhe fotos íntimas pela internet;

4. Lembre-se: pedofilia é crime!

5. Caso tenha sido vítima de algum golpe, procure a Polícia Civil e registre uma ocorrência policial.  

Baixe a Cartilha: Cuidado com os Golpes na Internet

deixe seu comentário