Polícia

Jovem morto no bairro Santa Marta não tinha antecedentes criminais

Segundo delegada responsável pelo caso, alvo era outro homem que estava na casa em que Mailon Longaray foi executado
Por: Elias Bielaski | Publicado: 30/04/2021 às 15:19 | Alterado: 07/05/2021 às 22:36
Imagem Ilustrativa. Foto: Renata Ulguim
Imagem Ilustrativa. Foto: Renata Ulguim

O programa Manhã Show desta sexta-feira, 30 de abril, trouxe informações exclusivas sobre assassinato ocorrido em Camaquã na noite desta quinta-feira (29). De acordo com a delegada Vivian Sander Duarte, responsável pela investigação, as informações iniciais dão conta de que o jovem assassinado a tiros no bairro Santa Marta foi morto por engano.

A delegada participou por telefone e trouxe detalhes sobre a execução, filmada por um dos bandidos, que compartilhou o vídeo pelo WhatsApp, sendo que o mesmo viralizou em grupos durante a noite. As imagens mostram dois homens invadindo uma residência e alvejando Mailon Longaray, de 20 anos.

ClicRádio e Afubra sorteiam dois smartphones.

O vídeo mostra o jovem caído no chão, ao lado da porta, sendo alvejado por diversos disparos de arma de fogo. Ele morreu no local. De acordo com a investigação da Delegacia de Polícia de Camaquã, o jovem morto a tiros não possuía nenhuma ligação com o tráfico de drogas e também não possuía antecedentes criminais.

De acordo com a delegada, o alvo da execução não era Mailon, e sim um homem que reside em outra parte do mesmo terreno. Segundo a delegada, o indivíduo que seria o alvo tem passagens por roubo e tráfico de drogas:

"Ao que tudo indica, houve um erro de pessoa, já que na mesma residência se encontrava um outro indivíduo, só que na parte dos fundos, e esse está com monitoramento eletrônico. Ao que tudo indica, o crime seria para esta outra pessoa e acabaram errando o alvo"

A delegada também afirmou que o fato do crime ter sido filmado por um dos criminosos indica que a execução deve ter um mandante: "É o modelo de execução que os executores filmam para poder provar ao mandante que o alvo foi morto", explicou.

Receba as notícias do Clic Camaquã no WhatsApp.

Assista a entrevista exclusiva, disponível no Facebook e YouTube do Clic Camaquã:

O caso ocorreu pouco depois das 18h na rua Ana César, no bairro Santa Marta. No local, a Brigada Militar e a Polícia Civil atenderam a ocorrência e realizaram o registro pertinente ao fato.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do Clic Camaquã, o trio fugiu em um veículo de modelo sedan e cor branca.

ClicRádio e Afubra sorteiam dois smartphones.

Guarnições já realizam buscas na tentativa de encontrar os autores do crime, que é investigado pela Polícia Civil. Internautas podem realizar denúncias anônimas pelo número 197.

deixe seu comentário