Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • BANNER UNICRED 2
  • clarão—970×90
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494

Vereador questiona projeto que altera requisitos para cargos na Saúde: “Beneficia quem?”

PLC 6 altera requisitos de escolaridade mínima para Coordenador Administrativo do Centro de Vigilância em Saúde e Coordenador Geral do Setor de Urgência e Emergência


Por Pablo Bierhals Publicado 03/07/2024
Ouvir: 00:00
Foto: Pablo Bierhals/Clic Camaquã

Uma sessão extraordinária foi convocada para manhã desta quarta-feira (3), às 10h, na Câmara Municipal de Camaquã. Dois projetos estão em votação: um é para denominação de uma rua e o outro para alterar requisitos de escolaridade mínima para os cargos de Coordenador Administrativo do Centro de Vigilância em Saúde e Coordenador Geral do Setor de Urgência e Emergência.

É este segundo projeto citado, Projeto de Lei Complementar 6 de 2024, que é alvo de críticas por parte de vereadores da oposição. O projeto baixa o nível de exigência para os cargos, permitindo que sejam ocupados por pessoas cursando ou formadas em tecnólogo. Hoje, é necessário que se tenha formação ou ao menos esteja cursando ensino superior.

De acordo com o vereador Claiton Silva (PDT), em vídeo publicado em seu Instagram, o projeto possivelmente tenha como objetivo adequar o cargo para “uma pessoa específica”, tendo em vista a saída de quem ocupa os cargos para concorrer nas eleições municipais de 2024. O cargo de Coordenador Geral do Setor de Urgência e Emergência, por exemplo, é responsável pela gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde o pré-candidato a vereador Fabiano Medeiros (União Brasil) estava atuando.

O projeto foi aprovado por 9 votos a 4. O presidente não vota e a vereadora Marivone Ramos (PT) não estava presente.

Assista a transmissão da sessão:

Texto: Pablo Bierhals


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • clarão—970×90
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • BANNER UNICRED 2
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335