Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • BANNER UNICRED 2
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)

PF liga Bolsonaro a esquema para desviar mais de R$ 25 milhões

Sigilo de relatório da PF foi derrubado pelo ministro Alexandre de Moraes


Por Pablo Bierhals Publicado 08/07/2024
Ouvir: 00:00
img_2487
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) concluiu que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) esteve envolvido no desvio ou tentativa de desvio de mais de R$ 25 milhões em presentes, como esculturas, joias e relógios, recebidos de países estrangeiros durante seu mandato. A investigação revelou uma associação criminosa destinada a desviar e vender esses objetos de valor, recebidos por Bolsonaro como presentes oficiais.

O relatório da PF indica que os valores obtidos dessas vendas eram convertidos em dinheiro em espécie e integravam o patrimônio pessoal do ex-presidente, através de intermediários e sem utilização do sistema bancário formal, com o intuito de ocultar a origem, localização e propriedade dos valores.

Bolsonaro e Outros 11 Indiciados por Vários Crimes

Na semana passada, Bolsonaro e mais 11 pessoas foram indiciadas por peculato, associação criminosa e lavagem de dinheiro. O relatório de 476 páginas, assinado pelo delegado Fábio Shor, foi entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) na sexta-feira (5). Na segunda-feira (8), o ministro Alexandre de Moraes, relator do caso no STF, levantou o sigilo do relatório e encaminhou o processo para a Procuradoria-Geral da República (PGR), que decidirá se arquiva o caso ou denuncia os indiciados.

Detalhes do Relatório da PF

O relatório detalha que a associação criminosa desviava presentes de alto valor recebidos por Bolsonaro e comitivas do governo em viagens internacionais. Esses presentes, entregues por autoridades estrangeiras, eram posteriormente vendidos no exterior. A atuação ilícita resultou em um desvio de bens avaliados em US$ 4.550.015,06 ou R$ 25.298.083,73.

Parte desse dinheiro pode ter sido utilizado para custear a estadia de Bolsonaro nos Estados Unidos, onde permaneceu por mais de três meses após deixar a presidência.

Operação de Recuperação e Ocultação de Bens

Em março de 2023, uma nova operação foi organizada para recuperar itens vendidos no mercado. O objetivo era “escamotear a localização e movimentação dos bens desviados do acervo público brasileiro e tornar seguro, mediante ocultação da localização e propriedade, os proventos obtidos com a venda de parte dos bens desviados”, concluiu a PF.

Colaboração de Mauro Cid

As investigações contaram com a colaboração do tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, que fechou acordo de colaboração premiada. A participação do pai de Mauro Cid, o general do Exército Mauro Lorena Cid, também foi destacada, indicando que ele intermediou o repasse de US$ 68 mil em espécie ao ex-presidente.


  • 970×90 (3)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • BANNER UNICRED 2
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)