Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Banner-Camaqua_CC 970×90

Deputada é cassada por pagar tratamento estético com dinheiro público

Cirurgião-dentista diz que recebeu R$ 9 mil pela harmonização facial


Por Pablo Bierhals Publicado 21/06/2024
Ouvir: 00:00
deputada_silvia_waiapi
Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) decidiu por unanimidade cassar o mandato da deputada federal Silvia Waiãpi (PL). A cassação ocorreu devido ao uso de verba pública de campanha eleitoral para um procedimento estético durante as eleições de 2022.

Decisão do TRE-AP

Durante a sessão plenária, desembargadores e juízes apresentaram “provas robustas”, rejeitaram a prestação de contas da deputada e acolheram o pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE) para a cassação.

Segundo a ação, Silvia Waiãpi utilizou verba pública destinada à campanha eleitoral para realizar um procedimento estético, especificamente uma harmonização facial, em 2022, ano em que foi eleita para a Câmara dos Deputados.

Durante a sessão, o depoimento de um cirurgião-dentista confirmou a realização do procedimento e o recebimento do pagamento pela deputada. O MPE também apresentou recibos totalizando R$ 9 mil.

Defesa da Deputada

Em um vídeo enviado à Agência Brasil, Silvia Waiãpi afirmou que não foi intimada pelo TRE-AP para se defender, recebendo a notícia da cassação pela imprensa. Ela destacou que suas contas de campanha foram previamente aprovadas pelo TRE-AP, o que permitiu sua diplomação.

A deputada negou ter realizado qualquer procedimento com o cirurgião-dentista e declarou que o recibo apresentado por sua ex-coordenadora de campanha é falso. “Não fiz tratamento dentário nem harmonização facial. É um recibo falso que ela pegou em meu nome sem meu conhecimento. Não houve saída de dinheiro da minha conta pessoal ou de campanha para esse dentista”, afirmou.

Perfil de Silvia Waiãpi

Silvia Nobre Lopes, conhecida como Silvia Waiãpi, tem 48 anos e é natural de Macapá. Nas redes sociais, ela se identifica como mãe, avó, indígena, militar e republicana conservadora. Formada em fisioterapia, Silvia comandou a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) durante o governo de Jair Bolsonaro.

Em 2023, o nome da deputada foi incluído em um inquérito que investiga os atos que culminaram na invasão do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF) em 8 de janeiro de 2023.


  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • 970×90 (3)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111