Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • clarão—970×90

Médico de Porto Alegre é investigado após desligar intencionalmente telefone durante atendimento do Samu

O caso ocorreu em novembro do ano passado quando a filha de uma idosa teria ligado para o serviço e o médico teria desligado intencionalmente o telefone durante a conversa


Por Kathrein Silva Publicado 18/06/2024
Ouvir: 00:00
PNG (10)
Foto: divulgaçãoMédico de Porto Alegre é investigado após desligar intencionalmente telefone durante atendimento do Samu

Um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Porto Alegre está sendo investigado pela Polícia Civil por omissão de socorro. O caso ocorreu em novembro do ano passado quando a filha de uma idosa teria ligado para o serviço e o médico teria desligado intencionalmente o telefone durante a conversa.

Na ocasião os filhos da cardíaca e diabética Edith Carvalho da Silva, de 73 anos, telefonaram para o Samu pois a idosa estava passando mal. Durante o atendimento, o médico regulador insistiu para conversar com a paciente, mas os filhos alegavam que ela não conseguia falar. Uma gravação obtida pelo Grupo De Investigação (GDI) da GZH mostra o ocorrido.

Um dos filhos chega a aproximar o celular dela. Confira a transcrição de um trecho do diálogo abaixo:

Filho: — Ela tá aqui em cima da cama gemendo e se contorcendo.

Médico: — Tá falando… Então deixa eu tentar falar com ela, aí, vamos ver.

Filho: — Fala, o cara quer falar contigo aí.

Mas o que a idosa diz é incompreensível. A filha Jaqueline, então, pega o telefone, irritada e com a voz alterada.

Filha: — A paciente não consegue falar. Ela não tomou a medicação, ela está com a glicose baixa… O senhor quer que eu resuma mais para o senhor? Que ela está entrando em óbito?

Médico: — Quero, quero.

O plantonista reage dizendo que vai interromper a ligação.

Médico: — Tu para de gritar.

Filha: — Não paro de gritar (p****) nenhuma.

Médico: — Já vou desligar.

O chamado, então, é interrompido. A filha acabou levando a mãe por conta própria ao hospital. Edith faleceu três horas depois.

A delegada Ana Caruso, da Delegacia do Idoso da Capital, abriu inquérito a partir da ocorrência registrada pela família. Desde fevereiro deste ano, a Delegacia do Idoso tenta identificar o médico que atendeu ao chamado por meio de quatro ofícios.

Com três fontes diferentes, o GDI conseguiu identificar a voz que aparece na gravação como sendo do médico César Volésio Ribeiro Carvalho. A reportagem da GZH questionou na última segunda-feira (17) a Secretaria de Saúde de Porto Alegre, que horas depois, respondeu aos ofícios da polícia confirmando o mesmo nome.

A Secretaria de Saúde de Porto Alegre também emitiu uma nota onde anunciou abertura de sindicância e afirmou que colabora com toda e qualquer investigação.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), informa que abriu sindicância para investigar o ocorrido. A pasta se coloca à disposição para auxiliar com informações e colabora com toda e qualquer investigação seguindo a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoas (LGPD). As informações pertinentes já foram direcionadas para a Delegacia de Polícia de Proteção ao Idoso.


  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 970×90 (3)