Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111

Dois membros da Defesa Civil de Eldorado do Sul que teriam participado de saque durante as enchentes são presos

Os dois homens da Defesa Civil foram presos por furto qualificado (arrombamento). Já o terceiro indivíduo, que participou ativamente de saques foi preso por roubo (assalto)


Por Kathrein Silva Publicado 28/06/2024
Ouvir: 00:00
PNG (68)
Foto: Polícia Civil

A Operação Improbus foi deflagrada pela Delegacia de Polícia de Eldorado do Sul com o apoio da Brigada Militar e prendeu três pessoas na manhã desta sexta-feira (28). Duas pessoas são integrantes da Defesa Civil municipal – um deles, como voluntário e o outro como cargo em Comissão na Câmara de Vereadores. A ação visa combater crimes de furto e roubo na cidade.

Os dois homens da Defesa Civil foram presos por furto qualificado (arrombamento). Já o terceiro indivíduo, que participou ativamente de saques foi preso por roubo (assalto).

Conforme a Polícia Civil, as duas prisões preventivas ocorreram após os policiais repassarem vídeos que recebeu, mostrando dois homens com coletes da Defesa Civil Municipal de Eldorado do Sul tripulando uma retroescavadeira.

Ainda segundo a Polícia Civil, eles utilizaram o equipamento, arrendado pela prefeitura, para derrubar os muros de uma empresa de distribuição de produtos alimentícios. Após o ato, uma multidão saqueou o estabelecimento.

Também foram cumpridos também três mandados de busca e apreensão. Numa residência foram encontrados fardos de água mineral, produtos de higiene e limpeza, além de comida. A suspeita é que sejam proveniente de saque.

Operação

A operação contou com 40 agentes e teve apoio do setor de inteligência e tropas do 31º Batalhão de Polícia Militar, foi comandada pela delegada Luciane Bertoletti, responsável pela Delegacia de Polícia Civil de Eldorado do Sul.

A delegada pediu que os dois servidores da Defesa Civil sejam afastados dos cargos. Há uma suspeita de que parte dos alimentos saqueados tenha sido colocado em cestas básicas para distribuição à população, mas isso ainda é objeto de investigação. 

A ação policial é sequência da operação Cronos, que no final de maio resultou na prisão de nove pessoas envolvidas em saques em Eldorado do Sul. Foram cumpridos também 25 mandados de busca, que culminaram na apreensão de toneladas de materiais saqueados (sobretudo, alimentos e eletrodomésticos).

Entre os presos, na ocasião, estão integrantes de facções criminosas e presidiários que cumpriam pena com uso de tornozeleira eletrônica. A estimativa da Polícia Civil é que os saqueadores tenham causado um prejuízo de R$ 30 milhões, apenas em Eldorado do Sul.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)