Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90

Colheita de arroz encerra com 7,16 milhões de toneladas no RS

As enchentes registradas no estado resultaram na perda de 46.990,59 hectares, o que equivale a 5,22% da área semeada, afetando principalmente a Região Central do Rio Grande do Sul


Por Pablo Bierhals Publicado 15/06/2024
Ouvir: 00:00
FOTO 180×720 – 2024-06-15T090436.460
Foto: Cleiton Ramão/Irga

A colheita de arroz no Rio Grande do Sul encerrou-se com uma impressionante produção de 7.162.674,9 toneladas na safra 2023/2024, conforme dados divulgados pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) nesta sexta-feira (14). Foram semeados 900.203 hectares de arroz irrigado, dos quais 851.664,22 hectares foram colhidos, representando 94,61% da área plantada. A produtividade média foi de 8.410,21 kg/ha.

Ainda restam 1.548 hectares (0,17%) em processo de colheita. As enchentes registradas no estado resultaram na perda de 46.990,59 hectares, o que equivale a 5,22% da área semeada, afetando principalmente a Região Central do Rio Grande do Sul. Estes dados são coletados semanalmente pelas equipes dos Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nates) do Irga, em parceria com os produtores locais.

Comparando com a safra anterior (2022/2023), houve um aumento na área plantada, que foi de 839.972 hectares, resultando em uma produção total de 7.239.000 toneladas.

Rodrigo Machado, presidente do Irga, destacou que o Rio Grande do Sul é responsável por 70% da produção nacional do grão. “Os dados desta safra confirmam o que o Irga vem afirmando desde maio: a produção gaúcha de arroz, dentro do contexto do mercado brasileiro, garante o abastecimento do país. Assim, tecnicamente, não há necessidade de importar arroz no Brasil”, afirmou Machado, observando que os números são muito semelhantes aos da safra anterior.

O secretário-interino da Seapi, Márcio Madalena, complementou: “Os dados do relatório superam ligeiramente nossas estimativas prévias às enchentes. Isso reforça nossa posição de que nunca houve justificativa técnica para prever desabastecimento de arroz no Brasil, apesar da calamidade pública enfrentada no estado.”


  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)