Polícia

Acusada de matar cachorro a marteladas é investigada pela Polícia Civil

Moradora de Passo Fundo teria matado filhote de cachorro a marteladas para "se vingar" de ex-companheiro; ela será submetida a investigação
Por: Elias Bielaski | Publicado: 03/11/2021 às 11:20 | Alterado: 10/11/2021 às 09:55 | Fonte: RS Agora
Foto: Redes Sociais / Reprodução
Foto: Redes Sociais / Reprodução

No último sábado, 30 de outubro, uma mulher foi acusada de matar um filhote de cachorro a marteladas em Passo Fundo, no norte do Rio Grande do Sul. Segundo o portal RS Agora, o crime foi cometido como vingança contra o ex-companheiro da acusada.

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

O atendimento da ocorrência foi feito pelo 3º Regimento de Polícia Montada (3° RPMon) da Brigada Militar.

Segundo relatos,  o fato aconteceu na casa do ex-namorado da agressora.

Ela não teria conseguido entrar no imóvel e, para se vingar, atacou o filhote.

Câmeras de segurança de um estabelecimento comercial flagraram o momento em que ela chutou o animal, após as supostas marteladas.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

Um grupo de protetoras de animais chegou a ir até o local, mas o cachorro já estava morto quando elas chegaram.

Se comprovado o crime, a mulher pode ser enquadrada na nova Lei dos maus-tratos a animais, com pena de dois a cinco anos de prisão e aplicação de multa.

Ainda conforme o portal RS Agora, haverá investigação pela prática de maus-tratos contra animais.

Em virtude da Lei de Abuso de Autoridade (Lei Federal 13.869), fica vedada a divulgação do nome da acusada até que o caso tenha seu trânsito em julgado.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

deixe seu comentário