Política

Camaquã deve ter delegacia para combater crimes violentos e organizações criminosas

Segundo Luciano Cabeça, Camaquã terá a implantação de uma DRACO até o final de 2022
Por: Elias Bielaski | Publicado: 06/09/2021 às 16:48 | Alterado: 13/09/2021 às 11:51
Luciano Pereira Dias no Bom Dia Camaquã. Foto: Elias Bielaski / ClicRádio
Luciano Pereira Dias no Bom Dia Camaquã. Foto: Elias Bielaski / ClicRádio

Na manhã desta segunda-feira, dia 6 de setembro, o programa Bom Dia Camaquã realizou mais um de seus tradicionais debates matinais entre vereadores do Município. Como de costume nas segundas, participaram o vereador e presidente da Câmara, Luciano Pereira Dias, o "cabeça", do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), junto ao vereador e líder de bancada do Progressistas (PP), Vítor Azambuja.

Concorra a um rancho do Macro Atacado Krolow <

Ele debateram os principais temas ligados à política e economia a nível local, estadual e nacional. As matérias são feitas de forma individual.

Em sua participação, o presidente da Câmara falou sobre os atos de 7 de setembro, sobre a segurança pública em Camaquã, sobre a pauta da próxima sessão ordinária da Câmara e sobre a vinda de uma Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) para Camaquã.

Em virtude da crescente onde de crimes violentos, a cidade de Camaquã deve ter a instalação da referida delegacia até o final de 2022.

"Já fomos junto ao Estado do Rio Grande do Sul e isso ficou acertado, em reunião com o vice-prefeito Abner, com o deputado Daniel Trzeciak, com o secretário Viana, com o chefe da Casa Civil, Arthur Lemos, com o governador Eduardo Leite"

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

Assista a entrevista completa:

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

Confira a Ordem do Dia da 32ª Sessão Ordinária da 1ª Sessão Legislativa da 18ª Legislatura:

Documento em: Em 2ª discussão e votação

Projeto de Lei nº 49 de 2021, de autoria do(a) Poder Executivo, “Autoriza concessão de uso de bem público municipal”.

 Documento em: Em 2ª discussão e votação

Projeto de Lei Legislativo nº 12 de 2021, de autoria do(a) vereador(a) Vitor Azambuja, Revoga a Lei Municipal nº 45, de 3 de outubro de 1997, que concede pensão por morte aos viúvos ou viúvas de ex-prefeito(a) com mais de 65 anos, que não tenham como se manter e estejam passando por necessidades.

 Documento em: Em discussão e votação

Requerimento com Apoio do Plenário nº 47 de 2021, de autoria do(a) vereador(a) Eva Rosi, Vereadora Eva Rosi, Líder de Bancada do PSDB, encaminha REQUERIMENTO COM O APOIO DO PLENÁRIO, solicitando análise por parte do Poder Executivo, quanto a possibilidade de expandir o PROJETO "ESPORTE NOS BAIRROS" para as comunidades do interior do Município. 

> Clique aqui e saiba mais sobre a sessão <

deixe seu comentário