Política

"O Governador é bonitão, educado e fala bem, mas a palavra dele não vale nada", dispara deputado

No programa Manhã Show, o deputado Estadual Zé Nunes falou sobre privatização da Corsan e teceu críticas a Eduardo Leite
Por: Elias Bielaski | Publicado: 02/09/2021 às 14:54 | Alterado: 09/09/2021 às 17:05
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Na manhã desta quinta-feira, 2 de setembro, o programa Manhã Show recebeu a participação do deputado Estadual Zé Nunes, do Partido dos Trabalhadores (PT). Por telefone, o parlamentar participou do programa da ClicRádio e falou sobre os principais destaques ligados ao Poder Legislativo do Rio Grande do Sul.

Concorra a um rancho do Macro Atacado Krolow <

A polêmica da entrevista ficou a cargo da fala de Zé Nunes com relação ao chefe do Poder Executivo do Estado. O parlamentar teceu críticas ao governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite:

"O governador Eduardo Leite é educado, elegante, é um cara bonitão, fala bem e se apresenta bem, mas a palavra dele, na verdade, não vale nada. Ele dá a palavra e logo ali na frente, desconstitui e nega a própria palavra que deu"

Assista a entrevista completa: 

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

Dentre os assuntos tratados na entrevista à ClicRádio, o principal foi a privatização da Companhia Riograndense de Sanemento (Corsan), a qual a bancada do PT é contrária.

Na discussão do tema dentro da Assembleia Legislativa, o deputado já havia se manifestado contra a venda da Corsan.

Ex-prefeito, o deputado Zé Nunes refutou a informação de que a privatização vai dialogar com as prefeituras.

“Eu era prefeito, coordenei o saneamento da cidade de São Lourenço do Sul. Depois veio o PAC do saneamento e foi quando tivemos recursos públicos aplicados no saneamento e na saúde pública. [...] Com a privatização, o que teremos é aumento de tarifa e as periferias sem saneamento porque a iniciativa privada visa é o lucro”, concluiu.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

A base do governo Leite na Assembleia Legislativa aprovou, na tarde desta terça-feira (31), por 33 x 19 votos, o projeto de lei 211/2021, que autoriza a privatização da Corsan – Companhia Riograndense de Saneamento.

A bancada do PT votou contra o projeto, junto com outros 11 parlamentares.

Conforme a bancada petista, o Governo Leite mostrou-se insensível ao apelo dos prefeitos gaúchos, dos mais de três mil trabalhadores da Corsan mobilizados em frente ao Piratini e de um conjunto de deputados, para que retirasse o regime de urgência do projeto.

Em nota, a bancada do PT afirmou que além de votar o projeto com apenas 30 dias de tramitação, o governo ainda apresentou duas emendas de última hora no projeto, sem possibilidade de análise e discussão.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

Assista a fala do deputado na sessão:

Concorra a um rancho do Macro Atacado Krolow <

deixe seu comentário