Polícia

COMPARTILHE: Familiares procuram por homem desaparecido

Carro de Rafael Theis Freitas foi encontrado abandonado às margens da BR-290, em Eldorado do Sul
Por: Elias Bielaski | Publicado: 27/08/2021 às 09:44 | Alterado: 03/09/2021 às 22:20
Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação
Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

Na manhã desta sexta-feira, 27 de agosto, a reportagem do Clic Camaquã foi contatado por familiares de um homem que está desaparecido. Rafael Theis Freitas está desaparecido desde segunda-feira, 23 de agosto, após uma consulta médica na avenida Dr. Nilo Peçanha, em Porto Alegre.

Concorra a um rancho do Macro Atacado Krolow <

Segundo familiares, ele foi visto pela última vez pela secretária do consultório onde foi atendido. Ela relatou que Rafael estava tranquilo e sozinho quando deixou o local.

Ele foi embora da sessão em torno de 19:45 e às 19:47, seu celular foi desligado próximo à rua Edu Chaves (última localização do GPS do Google).

Seu carro foi visto passando numa câmera da BR-290, em direção ao Município de Eldorado do Sul, próximo às 19:55. 

Na tarde do dia seguinte, terça-feira, 24 de agosto, a família localizou o carro em um refúgio estacionado e trancado, sem sinais de arrombamento, às margens da BR-290, km 104, em Eldorado do Sul.

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

Imagens da câmera de segurança do local onde o carro foi deixado mostram várias pessoas e dois carros no momento do abandono.

A família destacou as buscas por imagens do seguinte trajeto:

- Av Nilo Peçanha 2254 > Rua Edu Chaves > BR-290 em direção a Eldorado.

A advogada responsável pelo caso já está solicitando as imagens da EPTC, pois a família não conseguiu liberação.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

Além disso, familiares tentam localizar o telefone celular, que ainda está desligado, além de movimentações bancárias.

"Deixando claro que Rafael é um pai de família e não tem nenhum envolvimento com tráfico e nem alcoolismo. Não estava com sintomas de depressão e nem dava indícios de insatisfação ou doenças mentais. Trabalha como montador de móveis e nas horas vagas ficava em casa com sua esposa e filhas de 9 anos e uma bebê de 5 meses."


A família destaca que não sabe se ele não foi trazido para a região de Camaquã.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

Até o momento, não há nenhum pista sobre o paradeiro de Rafael.

deixe seu comentário