Carros e Motos

ATENÇÃO: IPVA deve ficar até 20% mais caro em 2022

O aumento do preço dos carros usados pela tabela FIPE deve encarecer o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)
Por: Elias Bielaski | Publicado: 20/08/2021 às 11:17 | Alterado: 27/08/2021 às 15:08 | Fonte: Agência GBC/Agora no Vale/APNI
Carros no Centro de Camaquã. Foto: Elias Bielaski / Clic Camaquã
Carros no Centro de Camaquã. Foto: Elias Bielaski / Clic Camaquã

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) deve ficar ainda mais caro em 2022. De acordo com especialistas, o aumento ocorre em virtude do encarecimento dos veículos na tabela FIPE, elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, origem da sigla.

Concorra a um rancho do Macro Atacado Krolow <

A tabela, que estabelece um preço padrão dos veículos usados, teve um aumento gradual desde o começo da pandemia em virtude de problemas de insumos para a produção de veículos no Brasil.

Com menor produção de carros 0km por conta da pandemia, seja por falta de dinheiro da população ou falta de fornecimento de peças para as concessionárias, os carros usados foram valorizados, aumentando os preços do mercado.

O IPVA é calculado justamente sobre o valor do carro na tabela FIPE.

Conforme a Agência GBC, um Celta 2009, que antes da pandemia custava R$ 13,9 mil, hoje está valendo R$ 16 mil na Fipe, um aumento de 23%. Portanto, o IPVA terá o aumento proporcional para 2022, com uma diferença que se aproxima de R$ 100,00.

Concorra a uma pizza grande da Frazione <

Ainda conforme a agência, no caso do Fiat Argo, o aumento foi 25,9% no preço de venda da tabela Fipe. Com isso, o IPVA pode passar de R$ 1.190 para R$ 1.500, um aumento superior a R$ 300.

Para o Rio Grande do Sul, a FIPE enviará uma nova tabela em novembro. Em cima dos preços, é calculado o IPVA.

Para carros, aplica-se uma alíquota de 3%; para motocicletas, 2%; e para caminhões e ônibus, 1%.

A alíquota do imposto não muda, mas sim o valor sobre qual é calculada.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

Saiba mais sobre o assunto:

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

deixe seu comentário