Boca no Trombone

"As fezes estão quase entrando pra dentro da casa", relata internauta

Após transbordo de esgoto na residência da sua mãe, internauta conversou com a reportagem do Clic Camaquã no bairro Dr. Rosinha
Por: Elias Bielaski | Publicado: 22/07/2021 às 16:47 | Alterado: 29/07/2021 às 21:45
Foto: YouTube - Clic Camaquã / Reprodução
Foto: YouTube - Clic Camaquã / Reprodução

Nesta semana, a reportagem do Clic Camaquã trouxe uma nova demanda da população do município. O repórter Igor Garcia foi acionado por uma moradora do bairro Dr. Rosinha (Cohab) e se deslocou até o local para mostrar um problema já recorrente. 

Quer ganhar um rancho do Krolow? Clique aqui!

A internauta Ivane Corpes Gianichini relatou à reportagem que o problema de transbordo de esgoto já ocorre desde 2019:

O problema atinge a casa da mãe de Ivane, que já tem 86 anos:

"As fezes estão quase entrando pra dentro da casa dela", relatou a internauta.

Segundo a moradora, já foram feitos pedidos para vereadores e para a Prefeitura, mas até então, os problemas não foram solucionados.

Quer ganhar uma pizza Frazione? Clique aqui!

Assista a reportagem:

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube.

Diariamente, a reportagem do Clic Camaquã visita os bairros e traz as demandas dos moradores de Camaquã. Na cidade e no interior, o repórter Igor Garcia e a unidade móvel do Clic mostram os problemas e suas soluções nas ruas e estradas da cidade.

A redação do Clic Camaquã recebe com frequência uma grande quantidade de denúncias sobre diversos problemas, sendo os mais comuns o descarte irregular de lixo, iluminação e as condições de trafegabilidade de ruas e estradas.

A demanda é comandada pela audiência, que pode entrar em contato por qualquer uma das redes sociais ou pelo WhatsApp (51) 8972-5555. 

Assim, cada internauta pode colaborar com a reportagem, trazendo informações sobre acidentes, prisões, denúncias ou fatos relevantes para a comunidade.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio.

A editoria Boca no Trombone existe desde 2017 e tem mais de 500 reportagens disponíveis. Clique aqui e acompanhe.

Presenciou alguma situação parecida no seu bairro? Envie para nós através das mensagens no Facebook, atráves do WhatsApp ou através do e-mail [email protected]

Você também pode entrar em contato pelo Facebook e Instagram do Clic Camaquã.

deixe seu comentário