Economia

Mulheres chefes de família já podem consultar acesso ao Auxílio Emergencial Gaúcho

As mães que se enquadram nessa situação vão receber parcela única de R$ 800, via ordem de pagamento no Banrisul
Por: Elias Bielaski | Publicado: 12/05/2021 às 15:51 | Alterado: 19/05/2021 às 07:51 | Fonte: Agência de Notícias do Estado
Imagem Ilustrativa. Foto: Divulgação
Imagem Ilustrativa. Foto: Divulgação

O governo do Estado disponibiliza, a partir desta quarta-feira (12/5), para as chefes de família em situação de vulnerabilidade social, uma ferramenta de consulta on-line na qual é possível verificar, indicando apenas o número do CPF, se a pessoa está apta a receber Auxílio Emergencial Gaúcho.

• Clique aqui e acesse: https://www.rs.gov.br/auxilio-emergencial-gaucho-mulheres-chefes-de-familia

O perfil corresponde a chefes de família que constam no Cadastro Único do governo federal, tem sua família composta por pelo menos cinco pessoas, com renda per capita média de até R$ 89 mensais, três filhos e sem Bolsa Família ou auxílio federal.

As mães que se enquadram nessa situação vão receber parcela única de R$ 800, via ordem de pagamento no Banrisul. A data para início dos pagamentos é 17 de maio. O prazo para retirada é de 90 dias. O valor total estimado para esse público soma R$ 6.528.800.

Além da disponibilidade de consultar via site, o governo realizará um trabalho de busca ativa por essas mulheres, pois muitas podem não ter acesso a meios digitais.

Receba as notícias do Clic no WhatsApp.

A Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) enviou ofício aos municípios gaúchos para que ajudem, através dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), na orientação às mulheres que irão procurar o benefício.

Os demais públicos beneficiados estão sendo operacionalizados pelo governo do Estado. Informações sobre cadastro e formas de receber os pagamentos serão divulgadas ao longo deste mês de maio.

O auxílio

A Lei 15.604, que instituiu o auxílio, procura atender os setores mais afetados pelas restrições de circulação impostas pelo coronavírus – alojamento, alimentação e eventos, além do já citado grupo das mulheres. Com isso, serão repassados até R$ 107 milhões na forma de subsídio a cerca de 104,5 mil beneficiários.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube.

deixe seu comentário