Política

Plano Diretor de Camaquã já passou por três presidentes da Câmara Municipal de Vereadores

O presidente do Conselho do Plano Diretor de Camaquã, Marco Pires, informou que o documento ainda não foi aprovado
Por: Renata Ulguim | Publicado: 24/01/2021 às 00:00 | Alterado: 08/07/2021 às 16:15
Presidente do Conselho do Plano Diretor de Camaquã, Marco Pires. Foto: Reprodução / ClicTV
Presidente do Conselho do Plano Diretor de Camaquã, Marco Pires. Foto: Reprodução / ClicTV

O presidente do Conselho do Plano Diretor de Camaquã, Marco Pires, participou do Controle Geral de sábado (23). No momento Marco Pires salientou sobre questões do plano diretor, que está sendo pauta na Câmara Municipal de Vereadores.

O presidente informou que o plano de governo está controverso. “Ele é controverso, ta meio politizado, que não era para se. Ele era para ser mais técnico e menos político”, mencionou.

Ainda segundo o Marco, o plano está na Câmara faz tempo e já passou por três presidentes e até então não foi aprovado. O plano deveria estar recebendo uma nova análise, mas nem entrou em vigor ainda.

Assista a entrevista completa (a partir de 2h35min):

Plano Diretor

O Plano Diretor serve para orientar o desenvolvimento e ordenamento da expansão urbana do município. Ele responde questões de como fazer com que a cidade se desenvolva de forma organizada, além de definir onde as empresas podem se instalar, a localização do comércio e até a altura dos prédios.

Assunto central de polêmica após o grande debate entre os candidatos a prefeito da ClicRádio, o Plano Diretor Municipal de Camaquã é "cinquentenário".

A polêmica iniciou durante o grande debate entre os candidatos a prefeito de Camaquã, ocorrido em 15 de outubro, no estúdio da ClicRádio. Primeiramente, é necessário entender o que é o Plano Diretor e qual a importância do mesmo para a vida dos camaquenses. Um dos principais exemplos é a altura permitida para a construção de edificações no perímetro urbano de uma cidade. Em Camaquã, o novo plano diretor permite a construção de prédios com até dezesseis pavimentos, por exemplo.

A lei organiza e regra o crescimento e transformação da cidade, com planejamento territorial para o desenvolvimento sustentável assegurando o atendimento das necessidades dos cidadãos quanto à qualidade de vida, à justiça social e ao desenvolvimento das atividades econômicas, dentre outros.

Clique aqui e confira o atual Plano Diretor de Camaquã.

 

Para que serve o Plano Diretor?

É a ferramenta que determina as intervenções do poder público municipal e permite a indução de um processo de planejamento que maximize benefícios sociais, oferta de serviços e de equipamentos urbanos, redução de custos operacionais e investimentos e atendimento às exigências fundamentais de ordenamento – função social da cidade.

No Plano estão contidos os instrumentos legais que possibilitam a cada cidadão ter um lugar para viver com dignidade e poder trabalhar, se divertir, estudar, se locomover e usufruir dos serviços oferecidos pelo Poder Público, em condições seguras e ambientalmente saudáveis.

É no Plano Diretor que está refletida a cidade que todos os seus moradores desejam. É o Plano Diretor que diz como o Estatuto da Cidade será aplicado em cada município.

 

deixe seu comentário