ClicRádio

Paratleta camaquense conta sua trajetória no esporte e aborda dificuldades com acessibilidade na região

José Carlos Rocha Machado, participou do programa Manhã Show da ClicRádio; conheça história de superação do jovem
03/12/2020 - 15h:42min - Fonte:

Na manhã desta quinta-feira (3), o programa Manhã Show da ClicRádio recebeu o paratleta José Carlos Rocha Machado. José contou sua trajetória pela esporte e abordou as dificuldades que vivencia em relação à acessibilidade.

José foi um jovem envolvido com o meio esportivo, mas foi depois de ter sofrido um acidente, que percebeu o quanto o esporte pode ser transformador. Em 2009, ele sofreu um acidente em uma motocicleta e sofreu uma lesão na vértebra T5 da coluna, ficando paraplegico. 

Durante as sessões de fisioterapia que realizava em Porto Alegre, o jovem foi convidado a participar de um treino de basquete. O basquete em cadeira de rodas encantou José, que logo passou a participar dos treinos e competições.

No momento, devido a pandemia de Covid-19, os treinos estão suspensos, mas o atleta recordou durante sua participação a rotina corrida de treinamento. Ele viaja em torno de três vezes por semana para treinar na cidade de Canoas. 

José falou sobre o custo do esporte e a falta de incentivo público e privado, para colaborar a desenvolver a área. Ele abordou também a falta destes recursos em Camaquã, não apenas na questão de lazer, mas abrangendo a acessibilidade na cidade.   

Conforme seu relato, a cidade não oferece transporte coletivo adequado para cadeirantes. A maioria das calçadas não tem rampa e as que têm apresentam problemas com o nível da rua, exigindo muita força para conseguir o deslocamento.

Além disso, a maior parte dos comércios na cidade, não oferecem condições adequadas para que este público possa realizar suas compras sem problemas. Sem rampa de acesso, sem espaço entre mesas e cadeira, prateleiras muito próximas e altas, são alguns dos problemas enfrentados no comércio.  

Diante de tantas dificuldades, José foi questionado sobre a motivação que o faz acreditar em dias melhores. Ele afirmou que escolheu superar todos os problemas e encarou a vida com fé em Deus. Ao final de sua entrevista, o jovem deixou um recado para a audiência: “Tenha fé que tudo muda”. 

 

deixe seu comentário