Tecnologia

Com dólar em alta, iPhone 12 pode chegar ao Brasil com preço acima de R$10 mil

Novos preços do iPhone XR, 11 e SE mostram taxa de dólar usada pela Apple; iPhone 12 Pro Max pode chegar por até R$ 13 mil
21/10/2020 - 18h:38min - Fonte: Com informações de TecnoBlog

Na última semana, a principal novidade do mundo da tecnologia foi o lançamento dos novos modelos iPhone. A Apple lançou o iPhone 12 e suas variações através de evento inteiramente online e apresentou diversas novidades, que você pode conferir clicando aqui.

Agora, a principal dúvida dos consumidores ao redor do planeta é o preço que de fato os aparelhos serão (re)vendidos. De acordo com o portal TecnoBlog, os modelos Pro e ProMax devem chegar ao Brasil com preço acima de R$10 mil.

Ainda de acordo com o portal, a empresa ainda não revela os preços no país, mas deixou o iPhone XR, 11 e SE mais caros — indicando quanto vai cobrar por seus novos celulares com 5G.

 

Novo “dólar Apple” para iPhones

Assim que ocorreu o anúncio das unidades iPhone 12, 12 Mini, 12 Pro e Pro Max, a gigante americana Apple aumentou os preços do novo iPhone SE, 11 e XR no Brasil. O conserto desses celulares também ficou mais caro.

De acordo com o apurado pela reportagem, o iPhone 11 agora é encontrado por R$ 5.699, sendo que em 2019 o aparelho era facilmente adquirido por R$ 4.999. Nos Estados Unidos, o aparelho teve redução de preço, bem como também ocorreu com o iPhone XR.
 

É possível que a Apple esteja trabalhando com uma nova taxa de conversão entre real e dólar, reajustando a cotação para incorporar a alta da moeda americana. Ela girava em torno de R$ 4,10 no ano passado, e ultrapassou R$ 5,60 nos últimos dias.

Como você pode ver na tabela abaixo, o “dólar Apple” passou a variar entre cerca de R$ 9 e R$ 10 para iPhones, levando em conta o reajuste recente.

 
Modelo Espaço Preço no Brasil Preço nos EUA Dólar Apple
iPhone SE (2020) 64 GB R$ 3.699 US$ 399 R$ 9,27
128 GB R$ 4.199 US$ 449 R$ 9,35
256 GB R$ 5.199 US$ 549 R$ 9,47
iPhone XR 64 GB R$ 4.999 US$ 499 R$ 10,02
128 GB R$ 5.499 US$ 549 R$ 10,02
iPhone 11 64 GB R$ 5.699 US$ 599 R$ 9,51
128 GB R$ 6.199 US$ 649 R$ 9,55
256 GB R$ 7.199 US$ 749 R$ 9,61

Por que o dólar Apple é mais caro? Em parte, é devido aos custos de importação, seja das peças para montagem local, seja de modelos fabricados no exterior. E, como o iPhone é tido como um celular de luxo por aqui, a empresa consegue cobrar um valor adicional, uma espécie de “lucro Brasil”.

 

Quais serão os preços do iPhone 12 no Brasil?

iPhone 12 (Imagem: Apple)

iPhone 12 (Imagem: Apple)

Em média, a Apple está convertendo os preços dos EUA a uma taxa de R$ 9,60 por dólar. Isso significa que podemos estimar quanto ela vai cobrar pelo iPhone 12 no Brasil, já que sabemos os preços nos EUA — os modelos padrão e Pro entraram em pré-venda por lá.

Então quais serão os preços do iPhone 12 no Brasil? Elaboramos a tabela abaixo com uma estimativa; vale lembrar que estes não são valores oficiais da Apple, mas devem chegar perto.

Modelo Espaço Preço estimado no Brasil Preço nos EUA
iPhone 12 Mini 64 GB R$ 6.999 US$ 729
128 GB R$ 7.499 US$ 779
256 GB R$ 8.399 US$ 879
iPhone 12 64 GB R$ 7.999 US$ 829
128 GB R$ 8.399 US$ 879
256 GB R$ 9.399 US$ 979
iPhone 12 Pro 128 GB R$ 9.599 US$ 999
256 GB R$ 10.499 US$ 1.099
512 GB R$ 12.499 US$ 1.299
iPhone 12 Pro Max 128 GB R$ 10.499 US$ 1.099
256 GB R$ 11.499 US$ 1.199
512 GB R$ 13.399 US$ 1.399

Isso indica que um iPhone 12 de R$ 10 mil é inevitável, restringindo os modelos Pro e Pro Max a quem realmente é profissional e precisa das três câmeras com sensor LIDAR — ou a quem está de olho em ostentação.

Se alguém quiser comprar o iPhone 12 Pro Max mais caro nos EUA, terá que pagar US$ 1.399. Em conversão direta pelo dólar real, isso equivale a cerca de R$ 7.800. Some aí o imposto de importação — do qual a Apple não consegue escapar — e você chega a um preço oficial acima dos R$ 10 mil.

Vale observar que a Apple cobra US$ 30 a mais se você comprar o iPhone 12 ou 12 Mini desbloqueado nos EUA: clientes das operadoras Verizon, AT&T, Sprint ou T-Mobile pagam a partir de US$ 699, em vez de US$ 729. Enquanto isso, o iPhone 12 Pro e Pro Max custam a mesma coisa com ou sem desbloqueio.

 

Como fora os reviews? - TecMundo

Os reviews estrangeiros sobre o iPhone 12 e 12 Pro tomaram a internet na última semana, enquanto o iPhone 12 Mini e 12 Pro Max seguem indisponíveis. Devido a disposição exclusiva da dupla, as avaliações se limitam a compará-los, resultando em notas altas e maior atenção para as versões convencionais.

Esse fenômeno foi uma decisão inteligente da Apple, que optou por disponibilizar a dupla principal e conquistar o público antes do lançamento dos demais aparelhos. O resultado desse movimento foram comparações sobre o iPhone 12 e 12 Pro, mas que perderam volume e profundidade pela ausência das demais variantes durante as avaliações.

Como já era previsto para smartphones dessa faixa de preço, o iPhone 12 e 12 Pro garantiram notas extremamente altas na grande maioria dos portais internacionais. Em escalas de notas de 0 a 10, ambos figuram na casa dos 9 pontos — ou acima disso.

deixe seu comentário