Tecnologia

Novo golpe promete Abono Emergencial de Natal; saiba como identificar golpes pelo WhatsApp

Golpistas se aproveitam do crescente número de usuários do internet banking para aplicar golpes com as mais variadas promessas
20/10/2020 - 13h:39min - Fonte: Com informações de Hostinger e Caixa

Uma nova mensagem repassada em grupos de WhatsApp e Facebook está promovendo um novo golpe virtual. Desta vez, a promessa é do pagamento de um Abono Emergencial de Natal. A mensagem diz:

"Já esta disponível o cadastramento para o ABONO EMERGENCIAL DE NATAL no valor de R$800,00 por CPF.

Cadastramento válido para:
Beneficiários do Auxílio Emergencia, Bolsa Família e Pencionistas. Cadastramento liberado até o dia 26/10/2020

CADASTRAMENTO: 👇🏻👇🏻

(link falso)"

Os golpistas se aproveitam do crescente número de usuários que estão, aos poucos, aderindo ao serviço de internet banking, para realizar a antiga prática de phishing, que consiste na "pesca" de dados como nome de usuário, números de contas bancárias e senhas, utilizando os mesmos para furtar valores das vítimas.

 

O que é phishing e como se proteger de golpes na internet

Phishing são ameaças virtuais, também chamados de crimes cibernéticos, onde pessoas mal intencionadas aproveitam oportunidades para tirar proveito de outras pessoas na internet. No Brasil, a Lei dos Crimes Cibernéticos foi sancionada em 2012 para tratar de infrações relacionadas aos meios eletrônicos que inclui casos de phishing.

Não muito diferente do mundo real, no ambiente virtual existe muita prática criminosa. Com o pagamento do Auxílio Emergencial através do aplicativo Caixa Tem, que também é utilizado para movimentar o Saque Emergencial do FGTS e o Abono Salarial PIS/PASEP, a prática tem crescido ainda mais.

 

O que é Phishing?

O termo phishing foi escolhido devido à semelhança com outra palavra do vocabulário inglês, fishing, que significa pescar. Isso quer dizer a prática de “pescar” as informações e dados secretos dos usuários através de informações falsas ou dados não reais porém muito atrativos.

Assim como na pesca, a pessoa que pratica o phishing consegue estas informações através de uma isca lançada aos usuários para então obter as ações que precisam para aplicar os golpes.

Phishing é um crime virtual no qual pessoas comuns são contactadas através de email, telefone ou mensagens de texto (SMS) por uma outra pessoa ou empresa. O contato se faz de maneira genuína, para atrair e induzir o contactado a fornecer informações sigilosas dados bancários, cartão de crédito, senhas e outros informações confidenciais

Ao compartilhar estas informações, as pessoas têm sua conta e cartão violados, e podem ser vítimas de crimes de falsa identidade ou perder dinheiro através de transações financeiras indesejadas.

 

De onde vem o phishing

Os crimes de phishing podem chegar até você via email, SMS, ligações telefônicas, falsos sites e falsos pop-ups inseridos em sites desprotegidos, todos com uma abordagem atrativa.

Os conteúdos podem ser dos mais variados, em nome de bancos, governo, instituições financeiras, como PayPal ou até mesmo Correios, sempre solicitando uma ação ou informação. Por exemplo, pode ser pedido para que abra determinado link ou arquivo, faça ligação ou instale/ atualize um software específico.

Os criminosos utilizam de todas as formas para atacar os usuários e conseguir acesso à informações sigilosas das quais poderão se beneficiar.

Como reconhecer os golpes

Mas como saber se a mensagem que você está recebendo é de fato um golpe?

Existem algumas questões que podem ser avaliadas antes de simplesmente entregar os seus dados para os criminosos mascarados de heróis, sem cair em uma armadilha.

  • Quando a esmola é demais…

Já dizia o ditado, “quando a esmola é demais, o santo desconfia”. Quando você receber ofertas muito lucrativas sem precedentes ou declarações como “sua restituição de imposto de renda no valor de R$ 15 mil está liberada”, desconfie. São apenas iscas para atrair o seu clique em links maliciosos que vão roubar os seus dados.

email phishing

  • Loteria premiada

Muitos enviam declarações de ganhadores de prêmios, viagens, smartphones e carros. Tudo vem de graça e muito fácil. Não clique. Campanhas e sorteios podem ser verificados diretamente nos sites dos anunciantes antes de ter uma ação errada, que é clicar e “cair na rede”.

  • Eles querem falar com você e querem agora

O senso de urgência é uma característica comum dos criminosos virtuais. Eles pedem que você aja rápido para criar o sentimento de urgência e, se você não fizer o que ele pediu naquele momento, você vai perder esta super chance da sua vida. Ignore estes emails.

  • Ameaças

Frases de efeito como “seu serviço será suspenso se…” ou “sua conta foi bloqueada, clique aqui para verificar” são abordagens comuns de phishing. Mais uma vez, verifique diretamente com a instituição referida, seja banco ou órgão governamental (os mais usados), antes de qualquer medida. Empresas sérias nunca dão prazos curtos e com esse tipo de abordagem aos clientes e usuários.

  • Links externos

Estes emails ou mensagens vêm acompanhados de links externos para que você clique e então abra as portas para a invasão. Um jeito de verificar a intenção deste link antes de clicar é passar o mouse em cima do link para ver a URL. Mas fique atento. Os criminosos registram domínios muito parecidos com o domínio original da empresa em que fingem ser.

Outra opção é clicar com o botão direito do mouse para copiar o link e colar no bloco de notas, assim pode ver para onde está sendo direcionado, embora alguns deles eles utilizam o encurtador de URL para mascarar o link original.

  • Arquivos maliciosos

Ao receber emails de desconhecidos, que já são por si só suspeitos, fique atento quanto aos anexos da mensagem. Extrato de conta, comprovante de depósito, multa ou até propostas de trabalho são gatilhos usados para induzir o usuário a clicar em links que contém vírus e roubam dados.

 

Outros golpes

Levantamento da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) mostrou o crescimento de tentativas de fraudes financeiras contra os brasileiros durante a pandemia de Covid-19. Neste período, as instituições registraram aumento de 80% nas tentativas de ataques de phishing – que se inicia por meio de recebimento de emails que carregam vírus ou links e que direcionam o usuário a sites falsos.

Os principais alvos dos golpistas são os valores movimentados pelos beneficiários do Auxílio Emergencial e saque do FGTS antecipado que, agora, podem fazer a movimentação pelo Caixa Tem. Ao realizar o golpe de "phishing", que nada mais é do que o furto de senhas e de acesso, os estelionatários conseguem movimentar esses valores. É fácil encontrar golpes do tipo e no portal Clic Camaquã, o alerta para eles tem sido trazido de forma constante. Confira alguns exemplos de golpes aplicados que chegaram a conhecimento de nossa redação:

Internauta e é vítima de golpe ao entregar cartões de crédito para motoboy

Saiba o que fazer ao ser vítima e como se prevenir de golpes de clonagem de WhatsApp

Golpe repassado por WhatsApp promete pagamento de fundo previdenciário

Advogado fala sobre 'novo' golpe de pecúlio aplicado em aposentados e pensionistas

Internautas relatam golpes envolvendo Auxílio Emergencial, Vale Gás e Cesta Básica

Golpe com saque emergencial atinge mais de 100 mil no WhatsApp

Internauta do Clic é vítima de golpe do auxílio emergencial

deixe seu comentário