Política

Abono emergencial para trabalhadores, aposentados e pensionistas: Projeto da Câmara dos Deputados quer criar benefício de R$ 1.045

Se o projeto for aprovado, a quantia será paga em cota única até o mês de dezembro; saiba mais
25/09/2020 - 14h:14min - Fonte: Agência Câmara de Notícias

Um projeto foi apresentado durante esta semana na Câmara dos Deputados, para criar o pagamento de um abono emergencial no valor de R$ 1.045. Esse benefício seria para trabalhadores com vínculo de emprego formal,  e também para beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e da Renda Mensal Vitalícia (RMV).

Se o projeto for aprovado, a quantia será paga em cota única até o mês de dezembro. De acordo com o texto do projeto,o objetivo do benefício trabalhadores, aposentados, pensionistas e demais grupos, é contribuir para enfrentar a queda na renda das famílias mais vulneráveis, causada pela pandemia de Covid-19.

Os deputados que assinaram a proposta justificaram a criação do abono extra com os dados da Pesquisa Nacional por amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-19). Nesta pesquisa foi revelado que a falta de trabalho atingia 41 milhões de brasileiros, isso até o mês julho deste ano.

Além dos trabalhadores, a proposta pode contemplar com o mesmo abono emergencial o grupo assistido pelo BPC e pela RMV. Aposentados e pensionistas que recebem até dois salários mínimos também terão direito de receber o benefício caso ele seja aprovado.  

Os deputados comentaram que em razão do adiantamento do 13º salário deste público, por conta da pandemia, em dezembro eles podem estar sem o dinheiro que “ajuda a sustentar toda a família”. No caso do BPC, os deputados lembram que são pessoas com deficiência ou idosos sem outros meios para se manter.

Já as pessoas que recebem o auxílio emergencial ou o auxílio emergencial residual não devem ser beneficiados pela proposta. Se for aprovado, o pagamento do abono emergencial deverá ser concluído até dezembro deste ano.

 

 

 

 

 

deixe seu comentário