Campo em Dia

Expointer Digital 2020 terá ações mais rígidas para combater Covid-19, afirma SEAPDR

Feira terá testagem rápida de detecção de Covid-19 de todos que forem residir no parque durante o evento
17/09/2020 - 17h:45min - Fonte: ASCOM - SEAPDR

A segurança de quem participar de maneira presencial na Expointer Digital 2020 será prioridade para os promotores da feira. A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), a Secretaria Municipal de Saúde de Esteio e outras entidades envolvidas no evento elaboraram um protocolo de restrições contra a Covid-19 para a segurança sanitária de quem frequentará a feira. Ela ocorrerá de 26 de setembro a 4 de outubro no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, em um formato híbrido, com atividades presenciais e transmissões ao vivo por quatro canais.

A primeira e mais importante medida do Protocolo de Orientação para Ingresso e Circulação a ser implantado será a testagem rápida de detecção de Covid-19 de todos que forem residir no parque durante o evento, como ginetes, cavaleiros, tratadores e cuidadores dos animais. A secretária de Saúde de Esteio, Ana Boll, estima a realização de mais de mil testes rápidos. “Os que testarem positivo serão afastados”, garante.

Segundo Ana, as pessoas que frequentarão o parque deverão seguir todos os protocolos do Ministério da Saúde, como medição de temperatura, distanciamento físico, uso de máscara de proteção facial e álcool gel. “Nos alojamentos, é importante cuidar para que não haja acúmulo de gente. E nos quatro portões de ingresso, a equipe de saúde vai testar a temperatura de quem entra, além de aplicar um questionário para saber se as pessoas estão com síndrome gripal”, explica.

A editoria Campo em Dia tem o apoio de CES Equipamentos Agrícolas e Energia Solar.

O titular da Seapdr, Covatti Filho, afirma que, desde que foi confirmada a realização da Expointer Digital, a preocupação foi com a segurança dos participantes. “Avaliamos com as secretarias da Saúde do Estado e de Esteio para que os protocolos de segurança sejam rigorosos e a fiscalização nas entradas do parque seja efetiva”, disse.

Conforme o subsecretário do Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, José Arthur Martins, a maioria das atividades ocorrerá em espaços abertos. “A não ser as lives de músicos, que acontecerão em local fechado, mas com toda a segurança dos protocolos, e alguns eventos, como seminários e palestras virtuais, que serão realizados em salas ou auditórios já adaptados aos protocolos de segurança sanitária”, explicou.

De acordo com Martins, nos locais de julgamentos e provas, haverá demarcação dos espaços disponíveis para ocupação, respeitando o distanciamento de um metro e meio entre cada pessoa.

deixe seu comentário