Eleições 2020

Camaquã terá quatro candidatos à Prefeitura na Eleição Municipal de 2020; veja lista

Finalizado o período para convenções nos municípios, as quatro chapas que irão concorrer ao Poder Executivo no pleito deste ano já estão definidas
17/09/2020 - 15h:05min - Fonte: Com informações de TSE, TRE e G1

Nesta quarta-feira, 16 de setembro, se encerrou o prazo para os partidos de todo o Brasil realizarem as convenções para definir as coligações e escolher os candidatos a prefeito e vereadores nas eleições municipais. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou, este ano, que as convenções fossem realizadas de forma virtual, pelos partidos, por conta da pandemia do coronavírus, que já matou mais de 133 mil pessoas no Brasil.

Em Camaquã, as convenções definiram que o pleito ao Poder Executivo será disputado por quatro chapas distintas (veja a lista detalhada abaixo). A eleição, que ocorre no dia 15 de novembro, terá uma campanha eleitoral diferente de todas as outras, por conta da pandemia, 

O registro dos candidatos escolhidos pelas legendas deverá ser feito até 26 de setembro na Justiça Eleitoral dos estados. A íntegra do calendário eleitoral pode ser acessada no site do TSE.

 

As quatro candidaturas

- Ivo de Lima Ferreira e Abner Dillmann

Representando a situação, o empresário e prefeito de Camaquã, Ivo de Lima Ferreira, tentará a reeleição, desta vez com o ex-secretário da Agricultura, Abner Dillmann, como seu vice. Além de Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Movimento Democrático Brasileiro (MDB), a candidatura tem o apoio do Partido Social Democrático (PSD) e do Partido Liberal (PL).

Nesta sexta-feira, 18 de setembro, o programa Bom Dia Camaquã recebe Carlos Alberto Batista, que representará a coligação para falar sobre a candidatura.

- Marcelo Gouveia e Vitor Hugo Bortolotti Lindenau

Representando Progressistas e o Partido Social Liberal (PSL), o vereador Marcelo Gouveia e o empresário Vitor Hugo Bortolotti Lindenau também concorrem ao cargo de prefeito e vice-prefeito no pleito municipal.

No sábado, dia 19 de setembro, o programa Controle Geral, da ClicRádio, recebe João Carlos Machado, progressista, ex-prefeito de Camaquã e ex-secretário da Agricultura do Estado, que também falará da Eleição 2020.

- Fúlvio Lessa da Rosa e Josias Gomes

A chapa formada pelo advogado e ex-procurador Municipal Fúlvio Sans Lessa da Rosa e o empresário Josias Gomes, ambos do Democratas, também concorrerá na eleição majoritária. Eles terão o apoio do diretório municipal do Podemos.

No último sábado, 12 de setembro, a democrata Renata Maines participou do Controle Geral e falou sobre a candidatura e a eleição que se aproxima. Clique aqui e leia mais.

- Beto Grill e Renato Nogueira

A primeira pré-candidatura e a primeira chapa a ser anunciada oficialmente foi a formada pelo médico, ex-deputado e ex-vice-governador, Jorge Alberto Grill, e o bancário e economista Renato Nogueira. Eles representam o Partido Socialista Brasileiro (PSB) e Partido Democrático Trabalhista (PDT), respectivamente.

A chapa terá o apoio de Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e Republicanos. Nesta quinta-feira, 17 de stembro, o programa Bom Dia Camaquã recebeu Maiquel Oliveira, coordenador de campanha, que falou sobre a chapa e sobre as eleições 2020. Clique aqui e assista a entrevista completa.

 

O voto consciente

Clic Camaquã iniciou uma nova campanha e, desta vez, o objetivo é o incentivo ao voto consciente. Para participar, os internautas do Clic devem enviar seu vídeo em qualquer ponto da cidade, falando sobre quais os seus desejos para o futuro da cidade.

A campanha é uma oportunidade de incentivar a mudança na cidade, no geral. Os internautas podem fazer reinvindicações sobre o que esperam que melhore no município ou que sejam implantados em Camaquã: mais educação e cidadania, mais segurança, saúde de qualidade, políticos comprometidos com a população, menos intolerância e preconceito, mais emprego e etc.

Os vídeos devem ser gravados na horizontal (com o celular 'de lado') e devem ter no máximo 59 segundos. Todos os vídeos que estiverem dentro das regras serão publicados nas redes sociais do Clic Camaquã.

Não serão publicados vídeos que façam menção direta ou indireta a outras pessoas, sejam essas pré-candidatas ou não. Também não serão publicados vídeos gravados por pré-candidatos ou candidatos à cargo público, já que esta opção é vedada pela Lei das Eleições - a Lei nº 9.504.

Também não serão publicados vídeos que contenham ofensas a qualquer pessoa ou figura pública. Está vedado o uso dos vídeos desta campanha para qualquer tipo de propaganda, seja ela política ou não.

Clique aqui e participe.

 

Cuidados com a saúde

Devido a pandemia do novo vírus, as eleições 2020 terão protocolos de saúde diferentes. O TSE definiu o protocolo sanitário, com medidas de prevenção para os eleitores e também os mesários que vão trabalhar.

Eleitores e mesários que estiverem com sintomas da covid-19 não devem comparecer ao local de votação. Posteriormente, a ausência poderá ser justificada na Justiça Eleitoral. Cartazes ilustrativos com o passo a passo da votação serão divulgados nas seções eleitorais para orientar os eleitores.

Os eleitores deverão seguir algumas regras:

- Só poderão entrar nos locais de votação, se estiverem usando máscara;

- Deverão higienizar as mãos – com álcool em gel - ao entrar e ao sair do local;

- Nas filas, os eleitores devem respeitar a distância de 1 metro entre as pessoas;

- Recomenda-se que o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação.

 

Cronograma das Eleições 2020

  • a partir de 11 de agosto: emissoras ficam proibidas de transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena de cancelamento do registro do beneficiário;
  • 31 de agosto a 16 de setembro: convenções partidárias para definição de coligações e escolha dos candidatos. Podem ser realizadas por meio virtual;
  • 31 de agosto a 26 de setembro: período para o registro de candidaturas. Início do prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e emissoras de rádio e TV para elaboração do plano de mídia;
  • 27 de setembro: Início da Propaganda Eleitoral, inclusive na internet
  • 15 de novembro: 1º turno das eleições;
  • 29 de novembro: 2º turno das eleições;
  • 15 de dezembro: Último dia para entrega das prestações de contas;
  • 18 de dezembro: Prazo final para diplomação dos eleitos;

deixe seu comentário