Política

Câmara de Vereadores e Prefeitura precisam ter como foco o povo, afirma Democrata

Renata Maines, psicóloga e representante do diretório municipal do Democratas, participou do Controle Geral e falou sobre a Eleição Municipal de 2020
14/09/2020 - 19h:49min - Fonte:

Com a aproximação das Eleições Municipais, os programas da ClicRádio seguem abrindo espaço para representantes dos diretórios municipais para falar sobre o pleito de 2020. Neste sábado, 12 de setembro, o programa Controle Geral recebeu a psicóloga, ex-secretária Municipal e membro do diretório do Democratas em Camaquã, Renata Maines.

Em sua participação, Renata destacou a importância da participação popular na política, falou sobre problemas para se formar novos líderes políticos em Camaquã e sobre o lançamento da candidatura de Fúlvio Sans Lessa da Rosa e Josias Gomes ao Poder Executivo Municipal. A chapa de candidatos do Democratas tem o apoio do Podemos.

O povo como foco

"Quem está dentro da Prefeitura e quem está dentro da Câmara de Vereadores precisa ter como foco, como base, o povo.", afirmou Renata, que complementou dizendo que atualmente, políticos parecem fazer o que for preciso para se manter em seus cargos e desta forma, o ponto central da política é deixado de lado: a benfeitoria.

Renata destacou que a falta de princípios como base ainda durante as relações familiares reflete na política. De acordo com ela, é visível que cada vez menos são valorizados os princípios. "Vejo as pessoas falarem com orgulho que não são vinculadas a nenhum partido político. Sinto muito! A maneira que a gente tem de tentar fazer alguma diferença é escolher uma bandeira e levantar ela", ressaltou.

"Estar em cima do muro nos coloca em uma posição que parece ser confortável. Mas a curto prazo. A longo prazo, ela sempre vai exigir que a gente, por obrigação, faça uma escolha"

Ela destacou que mesmo não sentindo confiança nas figuras conhecidas que representam, e que muitas vezes desonram o partido e não representam seus correligionários, é preciso que as pessoas mostrem e defendam aquilo que acreditam.

"Enquanto os bons se calarem e ficarem sempre no bastidor, não vamos conseguir estabelecer uma reforma política necessária pro momento, e vai ficar sempre no campo da subjetividade, no campo do eu queria que fosse assim mas não faço algo para que isso aconteça"

Formação de novas lideranças

Questionada pelo advogado e comentarista do Controle Geral, Danilo Beltrami, sobre o motivo pelo qual a política local tem enfrentado problemas para formar novas lideranças, Renata destacou que um dos principais pontos é a falta de conhecimento sobre ideologias e sobre os motivos pelos quais as pessoas entram na política. 

De acordo com a Democrata, um dos problemas que a juventude de hoje em dia enfrenta é a desconsideração pelos ensinamentos dos mais velhos: "É como se tivessem desconsiderado o conhecimento dos mais velhos. E eu venho de uma escola que diz justamente o contrário", destacou a psicóloga, que relacionou a política com o aprendizado parental, frizando a importância de uma aliança entre ambos. 

Renata também citou o exemplo dos assentamentos, como o Banhado do Meio, e destacou que por se tratar de uma área de ocupação, é necessária uma regulamentação fundiária ou uma política de habitação que resolva o problema dos moradores. "O desconhecimento das pessoas acaba gerando no gestor um problema que se desconhece a origem", ressaltou. Ela ainda destacou que muitas pessoas sequer sabem a atribuição de vereadores e prefeitos, o que também contribui para uma escolha embasada nos motivos errados durante uma eleição.

Candidatos à Prefeitura

Com relação à nominata do Democratas para o Poder Legislativo, Renata afirmou que o partido definiu em convenção que haverão 12 candidatos: oito homens e quatro mulheres. Quanto à candidatura Majoritária, ela destacou a importância da candidatura de Fúlvio Lessa da Rosa e Josias Gomes à Prefeitura de Camaquã e que essa ação também fortalecerá os candidatos à vereador de ambos os partidos.

"Nós temos na figura do doutor Fúlvio uma pessoa sensacional, seja por formação, por desenvolvimento da vida profissional, pelo conhecimento adquirido enquanto procurador do município, quanto ao Josias, que mesmo sendo jovem, tem uma história legal de formação em nível superior, em Administração de Empresas", destacou, ainda destacando a atuação da empresa de Josias por dez anos na região e pela representação do mesmo como jovem na política.

Renata destacou as chapas que serão adversárias, destacando prós e contras de cada uma. "Estamos pensando que estamos entre grandes. Não temos a soberba de achar que um é mais forte que o outro. Nos colocamos no perfil da mesma força", destacou, defendendo que a chapa formada por Fúlvio e Josias tem experiência, qualificação, juventude e renovação de uma nova política.

Clique aqui e confira a entrevista completa.

 

Você sabe quais as atribuições de um vereador?

 

Você sabe quais as atribuições de um prefeito?

deixe seu comentário