Tecnologia

OFICIAL: Serviço de streaming Disney+ tem data de lançamento no Brasil 'vazada'

O serviço de streaming da Disney deve ser lançado no dia 17 de novembro, prometendo 'roubar' fatia do mercado da Netflix
21/08/2020 - 15h:44min - Fonte: Com informações de CanalTech

O novo serviço de streaming da Disney já tem data para estrear no Brasil. Segundo a empresa, o serviço Disney+ (Disney Plus) será lançado oficialmente no dia 17 de novembro em toda a América Latina. O 'vazamento' foi feito por contas oficiais da empresa.

Segundo portais especializados, a revelação é uma jogada de marketing diferente da empresa. Primeiro, a conta da Disney para a América Latina fez um postagem na rede social Twitter em que "vazou" a data de lançamento antes da hora.

Logo em seguida, a publicação foi confirmada pela conta brasileira do Disney+, que fez seu primeiro post no Twitter comentando a chegada da plataforma no país. Ainda de acordo com portais especializados, o serviço promete 'roubar' uma fatia de mercado da Netflix.

Isso se dá porque a mesma possui conteúdo de publicidade de serviço das marcas MarvelNational GeographicPixar e Star Wars, em particular. Filmes e séries de televisão originais também são produzidos no Disney+, com dez filmes e sete séries sendo produzidos para a plataforma em novembro de 2019. Servindo junto às outras plataformas de streaming da Disney – o Hulu, voltado para programação geral, e o ESPN+, voltado para esportes – o Disney+ centra-se no "entretenimento voltado para a família".

O Disney+ estreou em 12 de novembro de 2019 nos Estados UnidosCanadá e Países Baixos. O serviço foi expandido para a AustráliaNova Zelândia e Porto Rico uma semana depois, e será lançado para países europeus selecionados em março de 2020.

O preço da Disney+ será acessível?

Apesar de o serviço estar confirmado no Brasil, a Disney ainda não revelou o preço de sua plataforma para o nosso país. Assim como Netflix, Prime Video e outros concorrentes, o Disney+ utiliza um sistema de assinatura.

Nos Estados Unidos, a plataforma pode ser assinada por US$ 6,99 mensais ou em um plano anual de US$ 69,99. A mensalidade dá direito a conteúdos da Disney, Pixar e National Geographic em 4K e com HDR, com suporte para até quatro telas simultâneas.


(Imagem: Disney/Divulgação)

De acordo com as especulações, a plataforma pode dar as caras no nosso país custando cerca de R$ 28,99 mensais ou R$ 290 por ano. Os valores já apareceram no aplicativo da plataforma na Play Store, mas podem ser apenas uma conversão do preço estrangeiro para a nossa moeda. 

Caso os valores acima sejam aplicados, a tendência é que o Disney+ brigue pelos assinantes da Netflix. O serviço de streaming de El Gato possui um plano de duas telas e transmissão em HD por R$ 32,90 mensais. 

Já a edição Premium da Netflix sai por R$ 45,90 mensais e inclui quatro telas simultâneas, vídeos em HDR e 4K. A plataforma também oferece um plano básico, que traz vídeos em resolução SD e suporte para apenas um dispositivo por vez.

Outra plataforma de grande porte que talvez seja cancelada por usuários para dar espaço na fatura para o Disney+ é o HBO Go. O serviço suporta até três dispositivos simultâneos em um único plano de R$ 34,90 mensais.

deixe seu comentário