Economia

Acordo entre ANEEL e Banco Central permitirá pagamento de conta de energia através do PIX

Brasileiros poderão realizar pagamentos instantâneos das contas de energia elétrica através do PIX, novo sistema de pagamento do Banco Central
Por: Elias Bielaski | Publicado: 19/08/2020 às 00:00 | Alterado: 22/04/2021 às 11:06 | Fonte: ANEEL
Foto: Reprodução / Twitter
Foto: Reprodução / Twitter

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e o Banco Central (BC) anunciarão nesta quinta-feira (20/8), às 14h30, acordo de cooperação técnica para disponibilizar o pagamento das contas de luz pelo Pix, pagamento instantâneo brasileiro.

O acordo será anunciado na abertura da 10ª Sessão Plenária do Fórum Pix do Banco Central. O início da sessão será transmitido pelo canal do BC no Youtube.

Na abertura, o diretor-geral da ANEEL, André Pepitone, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, e o diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resoluções, João Manoel Pinho de Mello, falarão dos avanços mais recentes na implementação do pagamento instantâneo no Brasil.

 

O que é o PIX?

Banco Central anunciou a aprovação da regulamentação do Pix, o novo sistema de pagamento brasileiro. Também foi definida a data para início da operação da plataforma, que estará disponível no dia 16 de novembro.

As instituições participantes do novo sistema de pagamentos poderão cadastrar clientes a partir do dia 5 de outubro. O acesso será dado através de uma 'chave PIX', que poderá ser o número de celular, CPF, CNPJ ou endereço de e-mail.

De acordo com os desenvolvedores, será mais fácil identificar o recebedor dos pagamentos por parte dos clientes. A expectativa é que o PIX torne obsoletas as transações por TED e DOC, sendo uma alternativa aos cartões de débito e, até mesmo, ao pagamento em dinheiro.

Confira a coletiva sobre a regulamentação do Pix, promovida pelo Banco Central:

Segundo o BC, essa nova modalidade vai reduzir custos e fazer com que as transações fiquem mais baratas. A instituição estima o preço de um pacote de dez transações pelo PIX custe R$ 0,01 para bancos e startups. Resta a essas empresas decidirem se vão repassar ou não o valor para os clientes.

Clique aqui e entenda o PIX.

 

A novidade

Evento: Abertura da 10ª Sessão Plenária do Fórum Pix
Quando: 20/8/2020, às 14h30
Transmissão: https://www.youtube.com/user/BancoCentralBR

deixe seu comentário