Obras e Infraestrutura

BOA NOTÍCIA: Exército pode assumir mais trechos da duplicação da BR-116 no RS

Comandante do Batalhão responsável pelas obras na região de Camaquã afirmou que negociações para que sua equipe permaneça em outro trecho já foram iniciadas
13/08/2020 - 14h:51min - Fonte: Jocimar Farina - GaúchaZH

A duplicação da BR-116 entre Guaíba e Pelotas pode ter um novo "gás". Segundo as Forças Armadas, o Exército tem a intenção de ampliar a atuação na duplicação. Em entrevista concedida a um programa da Rádio Gaúcha nesta quinta-feira (13), o comandante Militar do Sul, general Valério Stumpf, afirmou que as negociações já foram iniciadas.

O Batalhão Ferroviário de Lages é o responsável pelas obras em dois dos nove lotes da duplicação. De acordo com o cronograma, as obras devem ser finalizados no primeiro semestre de 2022. Depois desta data, Valério afirma que o batalhão terá condições de executar uma nova frente de trabalho.

- A gente, concluindo a obra no primeiro semestre de 22, tem condições, e até gostaria, de dar continuidade (às obras). O nosso pessoal já está adestrado, nosso pessoal, está aqui, nosso maquinário também, e ficaria muito fácil dar continuidade ao trabalho. Estive conversando com o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) na semana passada. Temos essa possibilidade de pegar outro trecho na 116 - informou o general.

As informações foram trazidas pela coluna do jornalista Jocimar Farina no portal GaúchaZH.

Segundo o colunista, o que pode ser um impeditivo é o prazo dado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para a conclusão total da obra. O governo federal comunicou que pretende finalizar a obra até dezembro do ano que vem.

O trecho de quase 22km, entre o quilômetros 351,34 e 373,22 pertencia à construtora Ivaí. O governo publicou uma licitação para contratar nova empresa para conclusão do trecho.

 

Os dois extremos

A cidade de Camaquã vive os dois extremos da duplicação da BR-116 na Zona Sul do Estado. O Lote 4, que vai do quilômetro 373,22 ao quilômetro 397,20 entre Tapes, Arambaré e Camaquã, possui cerca de 90% da obra executada. Enquanto isso, o Lote 5, que vai do quilômetro 397,22 ao quilômetro 422,30, entre Camaquã e Cristal possui apenas 48,45% da obra executada.

Clique aqui e leia mais.

deixe seu comentário