Carros e Motos

Como tirar segunda via da CNH? Documento pode ser obtido de forma digital mesmo sem QR Code

Devido à pandemia, Denatran passou a disponibilizar acesso ao documento por meio de um código enviado por e-mail; confira os números para denuncias
10/08/2020 - 14h:52min - Fonte: Detran/RS, AutoEsporte

Quem perdeu, extraviou, ou teve furtado ou roubado seu documento de habilitação, pode obter um novo documento com as mesmas informações daquele que possuía. Em caso de solicitação de 2ª via do documento por roubo, poderá ser solicitada a isenção de taxa, mediante a apresentação de Boletim de Ocorrência, o qual deverá ser registrado em órgão policial, constando no documento a descrição de “roubo”, bem como a relação de documentos roubados, dentre os quais, obrigatoriamente, a CNH.

Caso você tenha tido sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) extraviada nos últimos meses e o Detran do seu Estado não esteja imprimindo a segunda via por conta da pandemia do novo coronavírus, responsável pela paralisação de alguns serviços, ainda existem outros jeitos.

Saiba que você pode pedir a segunda via e acessá-la digitalmente mesmo sem ter o QR code impresso na parte de trás dos documentos físicos emitidos a partir de maio de 2017, condição exigida anteriormente para utilizar o serviço.

Leia também: Entenda como cadastrar e usar a CNH digital 

Desde o mês passado, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) passou a oferecer para todo o país o acesso digital da CNH por meio de um código enviado por e-mail que deve ser validado no aplicativo Carteira Digital de Trânsito. Mesmo os documentos emitidos antes de maio de 2017, ou seja, que não tinham o QR code, estão disponíveis para serem baixados no celular.

Nos portais ou aplicativos dos Detrans que interromperam a impressão da habilitação em papel temporariamente, ainda é possível fazer a solicitação de emissão da segunda via pagando, inclusive, a taxa de postagem.

Depois que o pagamento for liberado, o solicitante receberá um código numérico no e-mail cadastrado que deve ser inserido no app para ter acesso à CNH. Assim que os serviços forem normalizados, a promessa é que o documento físico seja enviado para a residência do proprietário, como já era feito antes da pandemia. 

 

Forma de Solicitação

  1. Compareça a um CFC (Centro de Formação de Condutores) do seu município de residência ou domicílio;
  2. Apresente a documentação necessária;
  3. Obtenha a GAD-E para pagamento da taxa referente à expedição do documento de habilitação (a guia também pode ser emitida antecipadamente pelo site do DetranRS);
  4. Efetue o pagamento da taxa de emissão do documento em qualquer dos bancos conveniados;
  5. Aguarde a chegada do novo documento para retirada no CFC.

 

Documentos Necessários

  • Boletim de Ocorrência informando roubo, perda ou extravio da habilitação;
  • Documento de identificação do condutor e cópia;
  • Cópia do CPF ou comprovante de inscrição no CPF, emitido através do site da Receita Federal (caso não conste no documento de identificação apresentado);
  • Comprovante de residência (conta de água, luz, gás, telefone, rede de internet, TV por assinatura, condomínio, referente ao último mês ou contrato de locação) e cópia ou declaração de residência assinada no CFC.

Observação: Caso o endereço não tenha sofrido alteração desde o último serviço realizado, não será exigida a apresentação de comprovante de residência.

 

Prazo

O documento de habilitação leva cerca de cinco dias úteis para ficar disponível para retirada no CFC (Centro de Formação de Condutores).

 

Quanto custa?

Taxa de expedição de 2ª via do documento de habilitação: R$ 57,59.

 

Onde pagar?

A GAD-E é paga através dos bancos conveniados: Banco do Brasil (somente para correntistas), Banrisul, Caixa (Lotéricas e canais de autoatendimento), Santander, Sicredi ou Bradesco.

 

Onde Fazer?

A solicitação da 2ª via da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) deve ser feita em um CFC (Centro de Formação de Condutores) do município de residência ou domicílio do condutor.

deixe seu comentário